26/08/2015 - Quase 20% dos mato-grossenses não concluíram o ensino fundamental

A taxa de analfabetismo funcional da população mato-grossense acima de 15 anos, aqueles que têm até três anos de estudo e não concluíram as séries iniciais do ensino fundamental, atingiu 18,5% da população de Mato Grosso em 2012. Em 2005, a taxa era de 23,9% da população. Os dados foram divulgados pelo Caderno de Indicadores do governo do estado neste domingo (24), que propõe a meta de reduzir a taxa de analfabetos funcionais para 15% em 2015, 11% em 2020 e 4% em 2031.

Analfabeto funcional é o indivíduo que não pode participar em atividades nas quais a alfabetização é requerida para atuação eficaz em seu grupo ou comunidade, nem fazer uso contínuo da leitura, da escrita e da aritmética para desenvolvimento próprio e de sua comunidade.

Já a taxa de analfabetismo da população acima de 15 anos em 2005 foi de 9,75% e em 2013 caiu para 7,83% da população do estado, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geograia e Estatística (IBGE). Para a Unesco, níveis de analfabetismo acima de 5% são considerados inaceitáveis internacionalmente. Com isso, as metas estabelecidas para os próximos anos é de redução dessa taxa, alcançando 6% da população mato-grossense em 2015, 3% em 2020 e 2,5% em 2031.

Para o governo do estado, a principal preocupação é zerar a transmissão de analfabetismo para as futuras gerações, para que aos 8 anos de idade todas as crianças estejam alfabetizadas.

A meta estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC) é elevar a taxa de alfabetização da população com idade a partir de 15 anos para 93,5%, até 2015, erradicar até 2020 o analfabetismo absoluto e reduzir em 50% a taxa de analfabetismo funcional até o final da década.

A proporção de pessoas de 4 a 17 anos de idade que frequentam a escola no estado passou de 87,7% da população em 2006 para 91,71% em 2013. Para os próximos anos, a meta é chegar a 94,85% da população mato-grossense em 2015 e a 100% em 2020 e 2031.

De acordo com o caderno de indicadores, 61,8% da população tinha formação completa em Ensino Fundamental em 2013. A meta é chegar a 65% em 2020 e a 70% em 2031.

Com relação ao desempenho em disciplinas escolares, apenas 7,4% da população apresentou bom aprendizado em matemática no 3º ano do Ensino Médio em 2011, de acordo com o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), o que levou o governo a estabelecer uma meta de aumentar essa taxa para 36% em 2015, 68,4% em 2020 e 100% em 2031.

Na matéria de português, 24,4% dos alunos mato-grossenses no 3º ano do Ensino Médio tiveram um aprendizado adequado em 2011. A meta para os próximos anos nesta disciplina é de se alcançar 47,2% de aprendizado adequado em 2015, 68,4% em 2020 e 89,6% em 2031.

O estudo trouxe ainda a informação de que em 2007, 9,93% da população de Mato Grosso de 18 a 24 anos frequentou o Ensino Superior, enquanto que essa taxa evoluiu para 18,91% em 2013. Para os próximos anos, o governo do estado estabeleceu uma meta de chegar a 27% em 2015, 34% em 2020 e 36% em 2031.

 

 

Do G1 MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário