26//08/2016 - Gilmar Mendes critica a Lava Jato “O cemitério está cheio desses heróis"

26//08/2016 - Gilmar Mendes critica a Lava Jato “O cemitério está cheio desses heróis"

O ministro do Supremo Tribunal federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, disse nesta terça feira, dia 23, que "é preciso colocar freios" na atuação dos procuradores da República que atuam na Operação Lava Jato.

 

"É preciso colocar freios nisso, nesse tipo de conduta. No caso específico do ministro Toffoli, provavelmente entrou na mira dos investigadores por uma ou outra decisão que os desagradou", disse Gilmar, de acordo com o blog do jornalista Fausto Macedo. "Quando há concentração de poderes cometem-se abusos", acrescentou.

 

A crítica do ministro vem na esteira da reportagem de capa da revista Veja desta semana, que traz o vazamento da delação do empreiteiro da OAS, Leo Pinheiro, apontando que uma obra na casa do também ministro do STF Dias Toffoli teria sido realizada por intermédio da construtora. Depois da publicação, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, suspendeu o acordo de delação com o executivo da OAS.

 

“Como eles (procuradores) estão com o sentimento de onipresentes decidiram fazer um acerto de contas”, disse Gilmar, em referência a uma espécie de vingança que os procuradores estariam aplicando contra Toffoli, por ele ter soltado o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, o que segundo ele contrariou interesses dos procuradores.

 

"Isso já ocorreu antes no Brasil. O cemitério está cheio desses heróis", criticou.

 

 

 

Fonte: Redação AMZ Noticias