26//08/2016 - São Félix do Araguaia fecha programação de seminários em Mato Grosso

26//08/2016 - São Félix do Araguaia fecha programação de seminários em Mato Grosso

São Félix do Araguaia foi o último município mato-grossense a receber o seminário do Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas na Amazônia (PRADAM) em Mato Grosso. O evento aconteceu na segunda-feira (22.08) com a participação de mais de noventa pessoas e abordou Recuperação de Pastagens no Plano da Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC) e Sistemas Agroflorestais, com ênfase no cacau e na seringueira.

 

O município foi um dos escolhidos para o projeto em Mato Grosso por ter seu território dentro da Amazônia Legal e por estar situado em uma região que passa pelo processo de transição da pecuária de corte para a agricultura. Na safra 2015/2016, a produção de grãos foi de aproximadamente 733 mil toneladas, enquanto que o rebanho bovino concentra 223 mil animais.

 

O PRADAM é uma parceria entre o SENAR Brasil, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Embrapa. O projeto faz parte de um Acordo de Cooperação com a FAO e tem por objetivo o fomento da tecnologia sustentável para a produção agropecuária na Amazônia brasileira. Em Mato Grosso, o PRADAM conta com o apoio do SENAR-MT.

 

O assessor técnico do Departamento de Educação Profissional e Promoção Social do SENAR Central, Mauro Müzell, explica que o PRADAM está sendo realizado em seis estados situados no bioma da Amazônica (Mato Grosso, Acre, Amazonas, Maranhão, Pará e Rondônia). "O objetivo é difundir tecnologias e levar alternativas aos produtores rurais no seu processo produtivo. O projeto é dividido em eventos de sensibilização, que são os seminários, e na capacitação de técnicos de assistência técnica, para auxiliar os produtores neste processo. Nosso foco é levar estas informações para quem realmente precisa delas, que são os produtores rurais que estão nos mais variados cantos do bioma Amazônico".

 

O presidente do Sindicato Rural de São Félix do Araguaia, Almir Assad, agradeceu a parceria com o SENAR e agradeceu pelo município ter sido um dos escolhidos para sediar o seminário. "Para o produtor é um grande desafio este processo de recuperação de pastagens e de tornar a propriedade mais produtiva, Nossa região carece de informações e eventos como este nos possibilitam esta troca de conhecimento". 

 

O gerente de Educação Formal e Assistência Técnica do SENAR-MT, Armando Urenha, avaliou como bastante positiva a realização dos seminários do PRADAM em Mato Grosso, que aconteceram em Juara, Gaúcha do Norte, Confresa e São Félix do Araguaia. "Foram quatro municípios estratégicos, que passam pelo processo de transição da pecuária para a agricultura e o que percebemos foi que os produtores estão interessados em fazer uma produção mais sustentável ecologicamente e ao mesmo tempo rentável financeiramente, mas muitas vezes esbarram na falta de conhecimento e assistência e neste ponto, o projeto vem ao encontro destas necessidades".  

 

Ações - Além dos seminários, técnicos de assistência técnica que atuarão na aplicação das tecnologias de produção sustentável difundidas pelo PRADAM estarão prontos para atender os produtores rurais do bioma amazônico no final deste mês, após passarem por capacitação na Embrapa Agrossilvipastoril, em Sinop. 

 

O Senar-MT faz parte de um conjunto de entidades que forma o Sistema Famato. Essas entidades dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais do Estado. É formado ainda pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) e pelos 90 Sindicatos Rurais do Estado. O Senar está no Twitter e no Facebook. Siga @senar_mt e curta a Fan Page (www.facebook.com/SenarMt).

 

 

 

GECOM SENAR
Mato Grosso