26/09/2011 - Prestação de contas do Executivo é transferida para a próxima semana

 

Impactos na receita estadual e fundo de erradicação da pobreza entrarão em pauta

Os deputados discutem sobre a evolução da receita e os impactos dos fundos constituídos do Estado, no próximo dia 04, durante a audiência pública com o secretário Estadual de Fazenda, Edmilson José dos Santos (Sefaz/MT), que vai prestar contas das metas fiscais do segundo quadrimestre de 2011. O evento será a partir das 9 horas, no auditório Milton Figueiredo da Assembleia Legislativa. A audiência estava prevista para esta terça-feira (27) conforme divulgado pela AL, mas foi transferida para a semana que vem por motivo de agenda do secretário.

“Vamos debater a receita e os impactos que o fundo provoca, pois é uma matéria polêmica que mexe no bolso do contribuinte”, explicou o presidente da AL, deputado José Riva (PP), ao convocar os parlamentares para essa reunião. Ele discorda sobre a criação do Fundo de combate à violência sugerido pelo Governador Silval Barbosa (PMDB), por considerar injusto que a população tenha que pagar mais imposto, conforme previsto na Mensagem 29/11, que está na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária -CFEAO da AL.

De acordo com a CFEAO, o Governo anunciou que a receita do ICMS não está se realizando conforme o previsto no Orçamento de 2011 e será obrigado a fazer os ajustes necessários para manter o equilíbrio entre a receita e a despesa, sem especificar em quais setores serão feitos os ajustes. Assim, se faz necessário esta convocação para que esta Casa de Leis possa dar maior transparência à sociedade do que realmente está acontecendo com a arrecadação estadual”.

O que: Prestação de Contas do Executivo

Onde: Auditório Milton Figueiredo do Poder Legislativo

Quando: 04.10.2011

Horas: 9hs

 

ITIMARA FIGUEIREDO

Assessoria da Presidência

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário

OS COMENTÁRIOS É DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS INTERNAUTAS QUE O INSERIR. O REPÓRTER DO ARAGUAIA ONLINE RESERVA-SE O DIREITO DE NÃO PUBLICAR MENSAGENS COM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO, PUBLICIDADE, CALÚNIA, INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU QUALQUER CONDUTA QUE POSSA SER CONSIDERADA CRIMINOSA. OS COMENTÁRIOS QUE CONTER NOS ITENS CITADOS ACIMA SERÃO EXCLUÍDOS. TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO ARQUIVADOS ATRAVÉS DO IP E SERVIRÃO DE PROVAS CONTRA AQUELE QUE USAR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO.