26/09/2013 - Mauro Mendes diz “vá com Deus” para Valtenir e desafia-o a falar verdade sobre motivo de saída do PSB

Pela primeira vez, ao menos publicamente, o prefeito Mauro Mendes (PSB) deixou o comedimento de lado ao avaliar a provável saída do deputado federal Valtenir Pereira, ainda presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro. “Se é sua vontade, então, que vá com Deus. Mas que diga a verdade sobre os motivos: ‘estou saindo porque tenho cargos indicados no governo federal’. E pronto”, disparou o prefeito da Capital, nesta quarta-feira (25/09), após participar do Seminário Orçamento Participativo 2014, no Hotel Fazenda Mato Grosso.

“Ele está saindo porque o PSB deixou a base de sustentação ao governo Dilma [Rousseff] e está entregando os cargos, já que terá o candidato próprio à Presidência da República, que é o governador Educardo Campos”, cita ele. “E o deputado Valtenir tem diversos cargos, como por exemplo, o senhor Kleber Ávila, na Sudeco”, pontua Mendes.

Sobre a denúncia de Valtenir de que Mendes tenha articulado com a deputada estadual Luciane Bezerra (PSB) “uma rasteira” baixa em seu grupo, o prefeito não se fez de rogado. “Isso é conversa fiada. Ele é o presidente do partido. É ele quem controla tudo lá [com a Executiva Nacional] e, por isso, não adianta querer se fazer de vítima”, adverte.

O prefeito da Capital afirma que cada um deve ser responsável por seus atos. “Eu respondo pelos meus atos. Saí do PR sem acusar ninguém; sem jogar pedras. Ele não precisa arrumar justificativa [para sair], dizendo que eu não queria que o partido crescesse. Eu não tenho resistência ao crescimento da legenda, ao contrário dele”, justifica o chefe do Poder Executivo.

Em caso de confirmação da saída de Valtenir Pereira, o prefeito sugere que a deputada Luciane Bezerra assuma a missão de dirigir a sigla nas eleições de 2014. “Eu sou muito ocupado. Dedico 85% do meu tempo à administração de Cuiabá e apenas 15% para a família e para fazer política partidária”, explica.

Outro lado

Em entrevista anterior sobre o tema, nesta segunda-feira (23/09), ela havia acusado Mendes e Luciane Bezerra de tentarem lhe “dar uma rasteira” para tomar o Diretório Regional e que, por isso, estaria saindo do PSB.

A reportagem apurou que Valtenir deve se filiar ao Partido Republicando da Ordem Social (PROS), que fará parte do arco de alianças da presidenta Dilma, até o próximo dia 4 de outubro.

 

Fonte: Ronaldo Pacheco

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário