26/12/2013 - Em seu primeiro Natal, Papa Francisco pede que evitem o egoísmo

O papa Francisco, comemorando seu primeiro Natal como líder de 1,2 bilhão de católicos do mundo, pediu nesta terça-feira (24), na Missa do Galo, no Vaticano, que as pessoas evitem o orgulho e o egoísmo e que os fiéis abram o coração a Deus.

Francisco, que em março passado tornou-se o primeiro papa não-europeu em 1.300 anos, celebrou uma solene missa de véspera de Natal para cerca de 10 mil pessoas na basílica de São Pedro.

Francisco fez uma breve homilia, tão simples como suas vestes brancas: o homem pode escolher entre a escuridão e a luz.

"Por parte das pessoas há momentos de luz e escuridão, fidelidade e infidelidade, obediência e rebelião", disse Francisco em italiano.

"Em nossa história pessoal também, há momentos iluminados e escuros, de luz e de sombra. Se amamos a Deus e aos nossos irmãos e irmãs, nós andarmos na luz. Mas se o nosso coração está fechado, se somos dominados pelo orgulho, o engano, o egoísmo, caímos na escuridão", disse ele.

Francisco, que celebrou a missa com mais de 300 cardeais, bispos e padres, pediu que as pessoas não tenham medo de chegar a Deus.

"Não tenha medo! Nosso Pai é paciente, ele nos ama, ele nos dá Jesus para nos guiar no caminho que leva para a terra prometida. Jesus é a luz que ilumina a escuridão. Ele é a nossa paz", acrescentou Francisco.

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário