26/12/2015 - Pedro Taques avalia vender patrimônio do Estado e garantir dinheiro em caixa

26/12/2015 - Pedro Taques avalia vender patrimônio do Estado e garantir dinheiro em caixa

Parte dos R$ 50 bilhões em ativos imobiliários do governo de Mato Grosso podem ser vendidos nos próximos anos para gerar receita ao Tesouro do Estado, permitir investimentos e contribuir com pagamento de salários. A projeção partiu do governador Pedro Taques (PSDB), diante do questionamento da dificuldade do Poder Executivo em honrar o salário de professores contratados e outros servidores, que ainda não receberam o 13º salário.

“Podemos enviar projeto de lei para a Assembleia Legislativa, para constituir uma empresa e, então, vender os imóveis pelo melhor preço, na 
Bolsa de Valores”, afirmou Pedro Taques, durante entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Gazeta, apresentado Lúdio Sorge, na última terça-feira (22).

Pedro Taques lembrou que a folha de pagamento do 
Estado gira em torno de R$ 610 milhões e que, como ela é prioridade, investimentos novos devem diminuir nos próximos anos devido a crise econômica nacional. “Teremos de diminuir os investimentos para pagar as despesas que são obrigatórias, as necessárias”, pontuou.

Durante a entrevista, 
Pedro Taques fez um balanço de todo primeiro ano de Governo, ao qual deu nota de 6,6. Ele espera conseguir um melhor desempenho já que passou a conhecer mais da máquina púbica, bem como o seu staff. Por outro lado, enalteceu o serviço desenvolvido na Saúde e lembrou ter mais três anos de mandato.

“Humildade de reconhecer que muito ainda precisa ser feito. Mas, não fui eleito para um ano de mandato. Fui eleito para quatro anos. Não adianta dar desculpas. O cidadão hoje tem informações. Precisamos trabalhar muito para que possamos merecer nota 7, nota 7,5”.

 

 

 

Da Redação - Jardel P. Arruda e Ronaldo Pacheco

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário