27/08/2013 - TRE-MT realiza campanha interna sobre Censo do Poder Judiciário

Conforme o último relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça em 2010, o Brasil possui 16.804 magistrados e 321.963 servidores. Contudo, este relatório demonstra apenas onde eles estão lotados e como estão distribuídos (Justiça Estadual, Militar, Trabalhista, Federal, Eleitoral). Agora o Conselho Nacional de Justiça se lançou em um novo desafio, realizar um censo detalhado para colher informações pessoais e profissionais de cada um destes servidores e magistrados, traçando um Raio X do Poder Judiciário. O Censo do Poder Judiciário teve início nesta segunda-feira, 26 de setembro, e segue por 45 dias.

 

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso deu início nesta segunda-feira a uma campanha interna para que os servidores e magistrados preencham o questionário do Censo, disponível na página do CNJ.

 

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Juvenal Pereira da Silva, disse que é muito importante que os servidores e magistrados da Justiça Eleitoral atendam o mais rápido possível a este chamado do Conselho Nacional de Justiça. Ele ressaltou ainda que o Censo vai permitir que o Conselho Nacional de Justiça trace políticas públicas para todo o Poder Judiciário, o que trará reflexo imediato na melhoria da prestação de serviços à sociedade.

 

Mais do que colher dados estatísticos, nas 26 perguntas o Censo do Poder Judiciário vai buscar informações sobre as condições no ambiente de trabalho (físicas, equipamentos, relacionamentos) e detectar ainda a possível necessidade de investimentos em capacitação.

 

Será possível também conhecer o perfil de magistrados e servidores, com perguntas que tratam do estado civil (casado, em união estável com pessoa do mesmo sexo, em união estável com pessoa do sexo oposto, divorciado, solteiro), cor da pele, idade e escolaridade. Também será possível saber quantos são servidores estáveis, quantos são requisitados ao Poder Judiciário e quantos são comissionados, sem vínculo com a administração pública.

 

As informações coletadas no questionário são sigilosas e só serão divulgadas em estatísticas.

 

 

Assessoria de Comunicação Social

Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso

 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário