27/09/2012 - Candidato a reeleição, prefeito tem registro cassado e fica inelegível por 8 anos

 O juiz da 61ª Zona Eleitoral Wendell Karielli Guedes Simplício cassou o registro de candidatura do atual prefeito que disputa a reeleição em Comodoro, Marcelo Beduschi, e declarou sua inelegibilidade pelos próximos 8 anos. 

Conforme a decisão do magistrado, a coligação opositora a reeleição de Beduschi, “Unidos, Comodoro pode mais”, ajuizou uma ação onde denunciou o atual prefeito de comprar um veículo para uso pessoal com recursos do município. 

Além disso, conforme a denúncia o vereador Djon Carlos Brandão, candidato a vice, quando presidente da Câmara Municipal teria determinado a compra de um veículo e fez a reserva da placa NPD-0011, número relacionado ao partido ao qual era filiado (PP).

Marcelo e o vice teria ainda utilizado carros, tratores e caminhões da prefeitura para uso pessoal. O maquinário serviu para a construção de uma pista de pouso em propriedade particular na Fazenda Araras, segundo a ação. 

“No tocante a utilização de maquinários, de propriedade do Município de Comodoro/MT, na construção de uma pista de pouso, na Fazenda Araras, restou devidamente demonstrado nos autos, através das fotografias de fl. 30 e das testemunhas ouvidas em audiência de instrução à fl. 279, tendo sido os depoimentos gravados digitalmente em CD encartado nos autos à fl. 324”, consta em trecho da decisão.

 

Da Redação - Julia Munhoz

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário