27/09/2015 - Comarcas de Vila Rica e São Félix do Araguaia completam mais um ano de criação

27/09/2015 - Comarcas de Vila Rica e São Félix do Araguaia completam mais um ano de criação

Sexta-feira (25 de novembro) é uma data especial para duas comarcas, Vila Rica (1.259 km a nordeste da Capital) e São Félix do Araguaia (1.200 km a nordeste), já que estão completando mais um ano de criação. Duas comarcas distantes da Capital, mas que conseguem, por meio dos servidores e magistrados, proporcionar boa entrega jurisdicional para a população.

Vila Rica – Já a Comarca de Vila Rica foi instalada em 1998, ou seja, está completando 17 anos. Pertence à Segunda Entrância, possui duas Varas, Juizado Especial Cível e Criminal e Centro Judiciário de Solução e Conflitos (Cejusc).

Tramitam na comarca ao todo 9.092 mil processos. Os municípios jurisdicionados pelo local são Vila Rica, Santa Terezinha e Santa Cruz do Xingú. A equipe, composta por 36 pessoas (servidores efetivos, comissionados, credenciados, terceirizados e estagiários), é importante para que uma boa jurisdição seja prestada.

A gestora geral Karin Matte Garcia é servidora do Judiciário há 16 anos, já trabalhou na comarca como contadora, auxiliar de contador e distribuidora, por ter essa experiência em várias funções, consegue descrever bem a evolução da comarca. “A estrutura em termos de material de trabalho é bem equipada, os servidores são muito participativos, e tenho orgulho em dizer que todos se desdobram em suas funções com compromissos e sacrifícios a fim de proporcionar uma prestação jurisdicional digna a todos”.

Nesses 17 anos de jurisdição já passaram pela comarca 12 magistrados, cada um com uma forma de jurisdicionar, tornando o trabalho prestado no local, inesquecível. Fazem parte desse grupo os juízes João Alberto Menna Barreto Duarte, Eviner Valério, Daniele Souza Amarilha, Pedro Sakamoto, Marcos Terêncio Augustinho Pires, Gleidson de Oliveira Grisoste Barbosa, Anderson Candiotto, Milena Ramos de Lima e Sousa Raro, Hugo José Freitas da Silva, Gustavo Chiminazzo, João Francisco Campos de Almeida e Ivan Lúcio Amarante.

São Félix do Araguaia – A Comarca de São Félix do Araguaia pertence à categoria de Primeira Entrância e foi instalada em 1982, na época que o desembargador Atahide Monteiro da Silva, era presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Além da cidade sede, a comarca jurisdiciona ainda os municípios de Alto Boa Vista, Luciara e Novo Santo Antônio.

Atualmente, com 33 anos, a unidade judiciária conta com 29 colaboradores, entre servidores efetivos, estagiários, comissionados, credenciados e terceirizados. Os processos que tramitam na comarca chegam a 8 mil.

De acordo com o gestor-geral, José Ivanilson Vieira Campos, que está há 16 anos no Poder Judiciário, os colegas são muito bons, sempre buscando prestar o melhor serviço. “Antes o prédio era uma casa paroquial, que foi doado para o poder Judiciário. Os servidores são experientes e fazem o possível para ajudar. A relação da comarca com a população também é ótima. A comarca é sede e temos mais três cidades jurisdicionadas, distante a 100 km, por isso, o local é uma das peças fundamentais para a cidade, por causa da distância da capital”.

Já passaram pela comarca os juízes José Tadeu Cury, Manoel Ornellas de Almeida, Pedro Sakamoto, Francisco Braulio Vieira, Helvio Carvalho Pereira, Serly Marcondes Alves, José Ilceu Gonçalves, Gilberto Giraldelli, Mario Roberto Kono de Oliveira, Jones Gattas Dias, Maria Cristina de Oliveira Simões, João Alberto Menna Barreto Duarte, Walter Pereira de Souza, Moacir Rogério Tortato, Jamilson Haddad Campos, Joseane Carla Ribeiro Viana Quinto, Carlos Roberto Barros de Campos, Rosângela Zacarkim dos Santos, Marco Antonio Canavarros dos Santos, Leonísio Salles de Abreu Júnior.

 

 

Eldorado.fm
com TJMT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário