27/11/2015 - Governo irá implantar cotação de preços da agricultura familiar

Após 12 anos, Mato Grosso voltará a compor o índice de preços diários dos principais produtos da agricultura familiar. A Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), em parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento em Mato Grosso (Conab-MT), está realizando uma capacitação para implantar o Programa de Modernização do Mercado Hortifrutigranjero (Prohort). O curso é realizado na Associação Mato-grossense dos Municípios nesta terça-feira e quarta-feira (24 e 25.11). 

O principal objetivo é que o Estado analise a comercialização dos principais produtos, considerando o volume de negócios, comparando-os ao mês anterior, além de analisar o comportamento das principais hortaliças (alface, batata, cebola, cenoura) e frutas (banana, laranja, maçã, mamão e melancia). 

“Será uma revolução nos preços da agricultura familiar, uma carta de alforria aos pequenos produtores, pois com a ampla divulgação do índice oficial do Prohort realizado pelo Estado, eles terão mais propriedade e condições de negociar com os comerciantes e atravessadores, que hoje compram os produtos em suas pequenas propriedades no preço que bem querem pagar, pela falta desta cotação.”, explicou o secretário de agricultura de Mato Grosso, Suelme Fernandes. 

Segundo o palestrante da oficina e técnico de operação da Conab-DF Erick Farias, a implantação do Prohort possibilitará ao agricultor familiar obter maior renda com a venda dos produtos. “Há 12 anos Mato Grosso não cota os produtos e esta regulação se faz fundamental para garantir a qualidade do preço, evitando crimes contra a economia popular e valorizando o esforço e trabalho do homem do campo.” 

Um grupo técnico de trabalho formado por servidores da Seaf, Empresa Mato-grossende de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Conab e Central de Abastecimento de Mato Grosso (Ceasa), foi criado para cuidar da cotação diária dos produtos da agricultura e do mercado institucional, que possui um enorme montante de dinheiro para que os agricultores familiares possam revender, se preocupando apenas em organizar a produção. 

O boletim hortigranjeiro do Prohort será realizado pela Seaf e Conab, com apoio da Empaer e Ceasa. 

 

 

 

Henrique Pimenta

Assessoria/Seaf-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário