27/12/2014 - Renner é autuado por embriaguez ao volante

O cantor sertanejo Renner, da dupla Rick e Renner, foi preso em flagrante na manhã desta sexta-feira, 26, após dirigir embriagado e se envolver em um acidente de carro na zona sul de São Paulo. O cantor ficou detido no 27º Distrito Policial (Campo Belo) e saiu após pagamento de fiança, determinada em R$ 10 mil.

Renner estaria voltando de uma festa, acompanhado de um rapaz quando colidiu a sua BMW X5 em um Fiat Uno que estava estacionado na Avenida Pedro Bueno, no Campo Belo. Desocupado, o carro foi arrastado por alguns metros, mas ninguém se feriu. O cantor ainda tentou fugir duas vezes, mas os pneus do carro teriam estourado.

Renner foi submetido ao teste do bafômetro, que apontou 1.0 decigrama de álcool, quase três vezes acima do limite permitido por lei, de 0,36. Depois, o cantor foi levado para a delegacia da região.

O homem que estava no banco de passageiro do carro do cantor prestou depoimento para os policiais e depois foi liberado. Segundo a Polícia Civil, não há confirmação se eles eram amigos. Renner também foi submetido a exame de sangue no Instituto Médico Legal (IML), mas os policiais ainda não tiveram acesso ao laudo.

O cantor foi autuado por embriaguez ao volante e tentativa de fuga. Ele permanece detido na delegacia, aguardando o pagamento da fiança.

Em 2001, o cantor se envolveu em outro acidente de trânsito, que resultou na morte de duas pessoas.

Prejuízo - O dono do carro em que Renner bateu, o motorista Joabe Medeiros, afirmou que o cantor dirigia além da velocidade permitida na Avenida Pedro Bueno, antes de colidir. ‘A pista lá é para 40 km/h, mas ele estava muito acima disso. Ele saiu levando meu carro como se fosse um trator‘, diz.

Medeiros contou que havia acabado de estacionar o carro em frente à empresa onde trabalha. Ainda segundo o motorista, Renner tentou fugir duas vezes, mas acabou perdendo o controle e batendo em dois postes. ‘Depois ele parou porque os dois pneus da frente e um traseiro estouraram‘, afirmou.

O rapaz que estava junto com o cantor teria saído do carro, uma BMW X5, pela janela. Em seguida, Renner desceu, ainda descalço. Nesse momento, Moreira conta que tirou a chave do carro, que ainda estava na ignição e ligou para a Polícia Militar.

O motorista estima que a batida traseira causou um prejuízo de cerca de R$ 7,5 mil em seu Fiat Uno, incluindo os acessórios do carro. ‘Meu som acabou‘, disse. ‘Só quero que ele assuma os prejuízos. Pra mim, é ele pra lá e eu pra cá‘, disse Medeiros.

 

Marco Ambrosio/AgNews

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário