28/01/2011 12h:12 Mato Grosso já registra duas mortes por dengue em 2011

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso divulga dados de dengue referentes à terceira semana epidemiológica do mês de janeiro de 2011. De 1º de janeiro até esta quinta-feira (27.01), a notificação é de 1.084 casos da doença. Desse total, cinco foram notificados como casos graves de dengue, sendo quatro de municípios de Mato Grosso e um caso do Estado de Manaus.

O total de notificações até o momento de óbitos por dengue é de dois casos. Desses óbitos, um caso foi confirmado e um caso está sob investigação. Os números são da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da SES/MT.

Cuiabá- a capital do Estado de Mato Grosso tem a notificação de 137 casos de dengue, sendo que 22 casos são de pacientes residentes em outros municípios atendidos na capital.

Em Várzea Grande a notificação é de 28 casos de dengue. Em Sinop a notificação é de 192 casos de dengue e em Rondonopólis, a notificação é de 18 casos da doença.

ÓBITOS NOS DEMAIS MUNICÍPIOS- Os municípios que tiveram a notificação de óbitos por dengue até o momento foram: Pedra Preta (um caso confirmado), Sorriso (um caso sob investigação).

As notificações de casos de dengue em Mato Grosso, no ano de 2010, de 1º de janeiro a 27 de janeiro de 2010 foram de 12.113 casos. Em 2011, as notificações neste mesmo período foram de 1.084 casos de dengue.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO- Manter a caixa d’água, tonéis e barris ou outros recipientes que armazenam água, totalmente tampados e limpos na sua parte interna (lavados com escova e sabão semanalmente). Deve-se remover tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas e não deixar que a água da chuva acumular sobre as lajes.

No caso dos vasos de plantas, encher de areia, até a borda, os pratinhos dos vasos. Se não tiver colocado areia no pratinho da planta, lavar o mesmo com escova, água e sabão, pelo menos uma vez por semana, fazendo o mesmo com vasos de plantas aquáticas. Jogar no lixo todo objeto que possa acumular água, como potes, latas e garrafas vazias. Colocar o lixo em sacos plásticos, fechar bem esses sacos e deixá-los foram do alcance de animais. Manter lixeiras bem fechadas.


Fonte:Agência da Notícia