28/01/2015 - PRIORIDADE: Saúde é principal tema de reunião com secretários

Grandes temas ligados à saúde foram as principais pautas da reunião do secretariado realizada nesta terça-feira (27.01). O governador Pedro Taques determinou que os próximos recursos que entrarem na conta do Estado devem ser usados para regularização dos pagamentos da Secretaria de Saúde (SES).

No encontro com os gestores, o governador anunciou a retomada das obras do Hospital Central do Estado que será transformado no Centro Materno Infantil de Mato Grosso. Taques pediu empenho de todos os secretários que vão estar envolvidos no projeto para dar celeridade nas ações.

O projeto necessário para a retomada das obras já foi elaborado pela Secretaria de Cidades (Secid) e obedece todas as adequações necessárias, tendo em vista que a obra está parada há quase 20 anos e a forma original já não atende as especificações atuais.

O governador pediu empenho ao secretário de Planejamento, Marco Marrafon, para conseguir recursos junto ao orçamento do Estado para a reforma da unidade. A intenção é que as obras sejam retomadas ainda neste ano.

A obra foi lançada em 1984 e paralisada em 1987. Foi retomada em 1991 e depois paralisada novamente. Em 2003, Pedro Taques, à época procurador da República, entrou com uma ação na Justiça para que as obras fossem retomadas e a Justiça determinou que o estado concluísse o hospital. Agora, coube ao governador Pedro Taques, como chefe do Executivo estadual, retomar o projeto e concluir a obra.

Conforme o secretário extraordinário do Gabinete de Comunicação, Jean Campos, o governador determinou ainda um levantamento que deve identificar quais as principais cirurgias feitas pelo Estado no cumprimento de liminares da Justiça.

Segundo Jean, de posse dessas informações o Governo do Estado vai trabalhar focado em diminuir a espera por essas cirurgias mais urgentes. A medida, além de beneficiar quem precisa da ação, ainda deve trazer alívio aos caixas do Estado que constantemente precisa fazer alterações no planejamento para poder atender as determinações judiciais.

O secretário destaca que o governador pretende trazer para Mato Grosso um modelo semelhante ao que já existente no Estado de São Paulo, que identifica as principais necessidades e faz o atendimento.

 

 

Escrito por THIAGO ANDRADE Redação/Gcom-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário