28/02/2012 - Polícia Civil prende mais três por furto e extração ilegal de madeira em Nova Maringá

 

Uma investigação de furto e extração ilegal de madeira resultou na prisão em flagrante de três pessoas, no domingo 26.02), em uma fazenda localizada em Nova Maringá (400 km a Médio-Norte). O flagrante foi efetuado por policiais civis da Delegacia de São José Rio Claro (315 km a Médio-Norte), na fazenda Texas com mais de 2 mil hectares de terras.
 
Foram presos Rony da Silva Ribeiro, 19, Eliseu Caetano, 31 e Vanderlei Souza, 31, por crimes de furto qualificado, extração ilegal de madeira e formação de quadrilha.  No meio da mata fechada, os policiais apreenderam um trator CBT amarelo com lâmina e guincho, uma motosserra e um tambor de cinco litros com gasolina.
 
O delegado Romildo de Souza Grota Júnior, disse que os policiais foram cumprir ordem de serviço do inquérito policial em andamento desde setembro de 2011. Na investigação, o delegado pediu a prisão temporária de duas pessoas, que teriam vendido o “mato” para os presos extraírem madeira clandestinamente. Os dois investigados, ao descobrir que tinham prisão decretada fugiram da região e a área passou a ser explorada pelos presos.
 
“É uma fazenda de 2 mil hectares, que não tem cerca, não tem atividade econômica e nem habitação. Os policiais já foram mais de cinco vezes na fazenda tentar flagrar a prática do crime”, disse o delegado Romildo Grota ao ressaltar que o furto e extração de madeira têm ocorrido em dias e horários, como os finais de semana e feriado, conforme declaração de um dos presos que acreditava que polícia não realizaria diligência no domingo.
 
“A gente conseguiu impedir grande desvastação. Eles só tinham tirado três toras”, completou o delegado.
 
O delegado requisitou perícia na área para constatar o dano ambiental.
 
Assessoria/PJC-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário