28/03/2015 - PF prende bilionário austríaco no Aeroporto Marechal Rondon

28/03/2015 - PF prende bilionário austríaco no Aeroporto Marechal Rondon

O bilionário austríaco Werner Rydl foi preso em flagrante por agentes da Polícia Federal no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, portando uma barra de ouro na mala.

A prisão ocorreu na tarde desta sexta-feira (27). Ele está detido na Superintendência da PF, em Cuiabá. 

Veículos de imprensa da Europa já o classificaram como o "inimigo público número 1 da Áustria".

Werner Rydl, que pretendia embarcar para Santarém (PA), é dono de uma fortuna declarada de 120 toneladas de ouro, o equivalente a R$ 19 bilhões. 

O transporte de ouro não declarado constitui crime de usurpação de bens da união - e pode resultar em pena de 1 a 5 anos de prisão.

O advogado do bilionário, André Prieto, afirmou que ainda hoje irá entrar com um pedido de liberdade na Justiça Federal de Cuiabá.

“O meu cliente preenche os requisitos para responder em liberdade, pois não possui nenhuma condenação e tem como comprovar a origem do ouro”, disse ao MidiaJur.

Conforme Prieto, o bilionário atualmente mora em Ponta do Mel, em Pernambuco, mas já esteve várias vezes em Cuiabá, onde tem amigos e também realiza negócios.

Escândalo na Áustria

O bilionário Werner Rydl é protagonista de um dos maiores escândalos de evasão fiscal da história austríaca. 

Nos anos 1990, ele conseguiu sonegar mais de 116 milhões de euros em impostos.

Em 1995, Werner se mudou para uma vila de pescadores próxima a Recife (PE). Se casou e conseguiu nacionalidade brasileira.

Dez anos depois, foi preso e transferido ao Presídio da Papuda, em Brasília, onde permaneceu até 2009, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) o deportou de volta à Áustria.

Werner Rydl então foi julgado pelos tribunais austríacos, mas como a maioria dos crimes já tinha prescrito, cumpriu pena de três meses e voltou ao Brasil, em 2013.

Aqui no país, começou a trabalhar com comércio de ouro e se tornou o maior detentor individual de ouro do país.

 

Lucas Rodrigues 
Do Midiajur

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário