28/03/2016 - Procurado na região de fronteira é preso pela Polícia Civil em Paranatinga

28/03/2016 - Procurado na região de fronteira é preso pela Polícia Civil em Paranatinga

Um homem, envolvido em grilagem de terras e homicídios na região de fronteira, teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (25.03), em Paranatinga. A ação está inserida na operação da Secretaria de Segurança, Carga Máxima, de combate a criminalidade em todo Estado de Mato Grosso.

O acusado Benedito Pereira Marques, 50, o “Dito Preto”, é considerado de alta periculosidade e teve a ordem judicial cumprida, no início da manhã do feriado de sexta-feira santa, no distrito de Santiago do Norte, em Paranatinga.

O suspeito era alvo da Polícia Civil da fronteira, Pontes e Lacerda e Porto Esperidião e já havia escapado em duas outras ocasiões. Desta vez, o procurado foi surpreendido pela equipe de policiais da Delegacia de Paranatinga. Entre os crimes praticados por Benedito, estão grilagem de terras, assassinato de 5 pessoas em uma fazenda e planejamento da morte de uma juíza em Mirassol D’Oeste.

Os crimes eram cometidos em parceria com o seu irmão, conhecido como “Marquinhos”, preso pela Polícia Civil, pelos mesmos crimes e suspeito de mais de 20 homicídios.

O delegado regional de Primavera do Leste, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, considerou a prisão do foragido muito importante e elogiou a ação da equipe da Delegacia de Paranatinga. “Mais um preso de alta periculosidade tirado de circulação em Mato Grosso”, destacou.

Participaram da prisão os policiais civis Alberto Jairo, Weber, Michel e Rafael.

 

 

 

Assessoria Policia Civil

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário