28/03/2016 - Acusado de cinco assassinatos e grilagem de terra na fronteira é preso

28/03/2016 - Acusado de cinco assassinatos e grilagem de terra na fronteira é preso

Um homem envolvido em grilagem de terras e homicídios na região de fronteira de Mato Grosso com a Bolívia foi preso em Paranatinga (373 km de Cuiabá). Considerado um foragido de alta periculosidade, Benedito Pereira Marques, 50, mais conhecido como “Dito Preto”, é investigado por cinco assassinatos.

O suspeito era procurado pela Polícia Civil da fronteira, Pontes e Lacerda e Porto Esperidião, e já havia escapado em duas outras ocasiões. Entre os crimes praticados por Benedito, estão grilagem de terras, assassinato de 5 pessoas em uma fazenda e planejamento da morte de uma juíza em Mirassol D’Oeste.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública, Dito Preto cometia crimes em parceria com o um irmão, conhecido como “Marquinhos”, preso pela Polícia Civil, pelos mesmos crimes e suspeito de mais de 20 homicídios.
 
O delegado regional de Primavera do Leste, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, considerou a prisão do foragido muito importante e elogiou a ação da equipe da Delegacia de Paranatinga. “Mais um preso de alta periculosidade tirado de circulação em Mato Grosso”, destacou. Participaram da prisão os policiais civis Alberto Jairo, Weber, Michel e Rafael. 

 

 

 

Da Redação - Jardel P. Arruda

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário