28/04/2012 DNIT anuncia retomada de trechos paralisados da BR-158

O superintendente do DNIT em MT, Luiz Antônio Garcia prestou esclarecimentos sobre a evolução das obras de pavimentação da BR-158, no Norte Araguaia. Sobre o lote 1, entre a divisa com o Pará até o rio Crisóstomo em Vila Rica, Garcia informou que a empresa Semenge responsável pela pavimentação dos 45km, está oficialmente sendo retirada do trecho, cabendo à empresa Rodocon a retomada das obras ainda este ano.

O lote 2, que teve suas obras paralisadas para readequações ambientais não previstas no projeto inicial, já está readequado com as previsões ambientais necessárias, contemplando inclusive travessias de fauna. O superintendente acrescentou ainda, que o trecho possui cerca de cinco curvas sinuosas que serão reduzidas para apenas duas curvas. A empresa responsável por este trecho deverá assinar dentro de 10 dias o termo aditivo para a continuidade imediata das obras.

Luiz Antonio destacou a união dos prefeitos da região, capitaneados pelo deputado Baiano Filho que os reuniu em uma audiência com o presidente do DNIT, general Jorge Fraxe, onde garantiram a continuidade das obras pelo contorno a reserva indígena Marawatsede. Com um total de 180 km, o trajeto ficou dividido em quatro trechos, onde dois já estavam com projetos prontos, um trecho em fase de finalização e o último lote aguardando definições da FUNAI.

O DNIT está firmando um convênio com o Governo do Estado para a conclusão dos últimos 10 km que restam para a conclusão da rodovia.

Sobre a BR-242, o superintendente informou que o DNIT concluiu os estudos sobre o traçado mais viável entre Querência e Nova Ubiratã, considerando que a rodovia cortará diversas áreas ambientais. Os projetos estarão concluídos ainda este ano, com previsão de lançamento das licitações em 2013.

Já sobre a Ferrovia da Integração Centro Oeste (FICO), o secretário Extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Vicente Vuolo esclareceu que a mudança na presidência da VALEC atrasou o andamento dos projetos básicos, que somente foram concluídos no trecho entre Campinorte/GO até Lucas do Rio Verde. A previsão de conclusão das licitações até maio de 2013, e início das obras a partir do 2º semestre.

A audiência pública convocada pelo deputado Estadual Baiano Filho (PMDB), apresentou os avanços conquistados para a consolidação da logística no Norte Araguaia, relacionadas a BR-158, BR-242, BR-080 e Ferrovia da Integração (FICO), como também discutiu estratégias para a resolução de entraves que comprometem o fortalecimento da região, a exemplo da regularização fundiária.     

 

Estiveram presentes, o senador Jaime Campos (DEM); superintendente do INCRA, Valdir Barranco; o superintendente do DNIT, Luiz Antonio Garcia; o secretário Extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Vicente Vuolo; o secretário de Estado de Desenvolvimento Rural (SEDER), Carlos Luiz Milhomem de Abreu; o presidente do INTERMAT, Afonso Dalberto; o prefeito de São Felix do Araguaia e presidente em exercício da AMM, Filemon Limoeiro; o prefeito de Querência e presidente da AMNA, Fernando Gorgen; os prefeitos de Vila Rica, Naftaly Calisto; de Porto Alegre do Norte, Edi Scorsin; de Confresa, Gaspar Domingos Lazari; de Santa Terezinha, Domingos da Silva Neto; de Alto Boa Vista, Wanderley Perin; de Canabrava do Norte, Lorival Martins Araujo; de Luciara, Parassu de Souza Freitas; de Santa Cruz do Xingu, Eurípedes Neri Vieira; de São José do Xingu, Gilberto Mendes Leoncini; de Novo Santo Antonio, Geraldo de Freitas; o deputado Estadual Zeca Viana (PDT); o suplente de deputado Estadual Washington José; Vanice Marques, representante do deputado Estadual Airton Português; Salim representante do deputado Estadual José Riva; o empresário Édio Bruneta do Grupo Itaquerê, e o advogado Marcos Ávila, entre vereadores e demais participantes.

Está é a segunda audiência pública realizada por Baiano Filho na região. Em abril do ano passado, durante a 3ª Dinâmica de Empreendedores de Porto Alegre do Norte, o deputado reuniu autoridades da região para discutir a Criação da Maior Fronteira Agrícola do Estado, a região Norte Araguaia.



Naiara Martins

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário