28/06/2012 Governador em exercício afirma que se for necessário haverá reunião com índios e posseiros da Suiá Missú

O governador em exercício de Mato Grosso, Chico Daltro (PSD), afirmou ao Olhar Direto que o governo do Estado se colocou à disposição da Fundação Nacional do Índio (Funai) e se necessário o governo estadual vai se reunir com os indígenas e posseiros do conflito na demarcação de terras remanescentes de Suiá Missú.

Chico Daltro disse que o governo estadual está participando, acompanhando e disponibilizando apoio para a Funai para solucionar o conflito na demarcação de terras remanescentes de Suiá Missú.“Estamos disponibilizando para a Funai todo o apoio necessário para uma solução pacifica e positiva”, ressaltou Chico Daltro.

Os posseiros e indígenas exigiram a presença do governo estadual e ministro da Justiça na área de conflito da reserva de Maraiwatsede. O governador em exercício disse que se for necessário um encontro será realizado. Daltro ressaltou que o governo do Estado enviou uma equipe para monitorar a        situação.

A intenção deles é que autoridades do governo federa e do Estado constatem in loco a não procedência do pleito da Fundação Nacional do Índio (Funai) de assentar os índios xavantes na área de Maraiwatsede, demarcada sobre as terras remanescentes da antiga fazenda Suiá Missú.

“Já conversamos com o secretário executivo do Ministério da Justiça, que encaminhou para a presidência da Funai o pedido de dirigir diretamente as ações”, detalhou Chico Daltro.

Ele ainda disse que o governo do Estado se coloca a disponibilização da Funai com todo esforço necessário para solucionar o impasse. “A Funai que lidera a condução, porque ela é do Governo Federal”, completou.

Os produtores entraram com pedido de suspeição da perita Inês Rosa Bueno, antropóloga da Fundação Nacional do Índio (Funai) porque foi ela quem produziu laudo antropológico que baseou a demarcação de Maraiwatsede.

O laudo é criticado por não ter apresentado, segundo os fazendeiros, evidências de que a população xavante na região do Araguaia algum dia ocupou a área em questão.

 

Da Redação - Victor Cabral

 

Comentários

Data: 30/06/2012

De: maria de oliveira mendes

Assunto: greve dos posseiros

esses indios e posseiros sao uns filhos da puta desoculpados q nao tem oq fazer fica atrapalhando os outros q qurem trabalhar por que nao da logo oq eles querem e acaba com isso precisamos da estrada de volta o governo tem q resolver logo isso nao existe so esse povo estamos quase comida em nossa cidade

Novo comentário