28/08/2013 - Luverdense vai repetir ‘marcação encaixada’ contra Corinthians nesta quarta-feira

O treinador Junior Rocha vai determinar aos jogadores do Luverdense que, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira (28), no Pacaembu, repitam a “marcação encaixada” usada pelo clube mato-grossense na semana passada contra o Corinthians, quando derrotou o campeão mundial por 1 a 0.

Conforme Rocha, não faz sentido jogar retrancado dentro do estádio do adversário “chamando” o Corinthians para cima. “Nós temos de manter o padrão que tivemos lá [no jogo em Lucas do Rio Verde]. Nós não chegamos aqui usando retranca, pelo contrário. Jogamos com marcação alta e encurtamento do espaço. Só assim para conseguirmos ser competitivos”, disse, em entrevista à imprensa paulista nesta terça-feira.

A marcação citada por Junior Rocha evita que o adversário tenha espaço no campo e tempo suficiente para preparar a jogada. Na final da Copa das Confederações, o Brasil derrotou a favorita Espanha usando a marcação encaixada. O mesmo esquema tático foi usado pelo Bayern de Munique contra o Barcelona, nas duas partidas da semifinal da Champions League 2013 – quando o time alemão deu duas goleadas no espanhol.
 

O Luverdense treinou nesta terça-feira à tarde no Centro de Treinamentos do São Paulo Futebol Clube. O comandante do clube mato-grossense já definiu quem vai substituir o zagueiro Zé Roberto – expulso no jogo de Lucas do Rio Verde depois de discussão com Emerson Sheik. O zagueiro Renato vai ser o titular. Ele participou do jogo do último domingo, quando o Luverdense venceu o Cuiabá por 2 a 1.

Já o Corinthians – que tem pelo menos três desfalques (Romarinho e Sheik cumprindo suspensão por expulsão e Renato Augusto machucado) vai escalar uma formação que até então o técnico Tite não havia feito neste ano. O meio campo e o ataque do “Timão” será formado por Ralf, Ibson, Douglas e Danilo; Alexandre Pato e Guerreiro.

O Luverdense se classifica para as oitavas de final com um empate, ou até com uma derrota por diferença de um gol, caso faça um gol no adversário. Já o Corinthians precisa de dois gols de diferença para eliminar o time de Mato Grosso. Se os paulistas vencerem por 1 a 0, a decisão da vaga vai para as penalidades.

 

De Sinop - Alexandre Alves

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário