28/08/2015 - Roseli Barbosa sai sem tornozeleira e não poderá deixar o país

A ex-primeira-dama de Mato Grosso, Roseli Barbosa, deixou  o prédio do 1º Batalhão do Corpo de Bombeiros, localizado no bairro Verdão, em Cuiabá, por volta das 16h30  desta quinta-feira (27). 

Ela estava detida, desde a última quinta-feira (20), acusada de liderar um esquema que teria desviado R$ 2,8 milhões da Secretaria de Estado de Assistência Social (Setas).

Segundo o Gaeco, os desvios teriam ocorrido entre os anos de 2011 e 2014.

Roseli deixou o local escoltada por agentes do Setor de Operações Especiais (SOE), da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh).

No banco de trás do carro, ela abaixou a cabeça para evitar os fotógrafos e cinegrafistas da imprensa. Ela vestia uma blusa branca.

O advogado Francisco Faiad, que compõe a defesa da ex-primeira-dama, chegou ao local por volta de 16h20 e seguiu, em um veículo particular, para o Fórum da Capital.

No local, Roseli teve uma audiência com a juíza da 7º Vara da Capital, Selma Arruda dos Santos, que decretou sua prisão.

A magistrada impôs algumas medidas restritivas à ex-primeira-dama.

Roseli está em liberdade por força de uma liminar, em pedido de habeas corpus, proferida na noite da última quarta-feira (26), pelo ministro Reynaldo Soares da Fonseca, do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

 

 

Thaiza Assunção E Camila Ribeiro

Mídia News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário