28/09/2015 - Boneco do VLT gera curiosidades

Quem passa pela avenida da FEB, em Várzea Grande, nas proximidades da loja Havan, deve ter percebido o que parece ser um homem sentado em cima de uma das estações das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). 

O boneco está lá há alguns dias, mas ninguém na região sabe como foi colocado e nem por quem. Encurvado, o boneco que parece ser feito de papel reciclado com cola, passa a impressão de uma pessoa cansada de esperar pela obra que deveria ter sido entregue para a Copa do Mundo 2014 e que está paralisada sem previsão de retomada.

Apesar de não terem uma explicação do real motivo do boneco do VLT ter sido colocado no local, a maioria das pessoas tem um palpite na ponta da língua de que o “homem” foi colocado de propósito com a intenção de representar o cenário de indignação da população em relação às obras do modal.

O empresário José Carlos Ferreira, 64, que tem uma empresa bem em frente ao local onde o boneco foi colocado, conta que chegou um dia para trabalhar e se deparou com a cena que o deixou muito assustado.

“Cheguei bem cedo e quando vi aquilo, achei que era realmente uma pessoa sentada em cima. Parecia um homem”. Segundo ele, ninguém sabe como o boneco foi parar lá, mas o palpite é de que ele tenha sido colocado durante a noite quando há menos movimento na avenida e os comércios estão fechados.

“Certamente o que isso quer representar é a nossa descrença e as dificuldades que essas obras trouxeram para a população”.

Para Viviane Patrícia de Araújo, 21, que passava pelo local, o boneco retrata uma pessoa triste, decepcionada e cansada de esperar pelo VLT. “Parece que ele está ali há dias esperando pelo trem que nunca vai passar”. Glaucia Viana, 26, tem a mesma opinião. “O que dá para pensar é que a pessoa que colocou quis expressar isso”.

Alex Aguilar, 28, gerente de uma loja também próxima ao boneco, explica que os funcionários da loja ficaram sem entender quando chegaram e viram o boneco. “Ficamos um tempo olhando tentando identificar o que representava aquilo”. Ele disse ainda que várias pessoas curiosas ao atravessar a avenida param para tirar foto e ficam olhando o boneco. “Todo mundo fica curioso. Alguns perguntam quem colocou, mas não sabemos”.

A secretária do lar, Rosa Paz, 52, que aguardava ônibus em um dos pontos, ainda não havia percebido o boneco do VLT. “Estou reparando nele agora”. Ela achou engraçado e disse que acredita ser uma obra de arte. “Acho que o artista aproveitou a situação em que estamos passando, sobre a revolta com o VLT que não termina, para mostrar seu trabalho”.

 

 

Dantielle Venturini, repórter de A Gazeta

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário