28/09/2015 - Brasil pode lidar com a alta do dólar, diz Dilma

Após o dólar bater recordes históricos ao longo da semana, a presidente Dilma Rousseff assegurou em Nova York, que o Brasil tem reservas suficientes para lidar com as oscilações da moeda norte-americana e que o País tem uma posição firme e clara sobre a questão.

— O Brasil hoje tem reservas suficientes para que não tenhamos nenhum problema, nenhuma disruptura por conta do dólar.

A presidente ressaltou que o governo se preocupa com a questão pelo fato de que há empresas que têm dívidas em dólar.

Dilma aproveitou o tema para ressaltar a atuação do BC (Banco Central) para conter a alta brusca da moeda norte-americana.

— O governo terá uma posição bem clara e firme como foi essa que o Banco Central teve ao longo do final da semana passada.

Na quinta-feira (24), quando o dólar bateu R$ 4,25 durante o dia, o presidente do BC, Alexandre Tombini, declarou que as reservas internacionais brasileiras “são um seguro, podem e devem ser utilizadas”. Segundo ele, "certamente todos os instrumentos estão à disposição do BC".

— Em relação às reservas internacionais, são um seguro. Pode e deve ser utilizado. 

 

 

Redação R7

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário