28/11/2014 - MCCE pede reprovação de contas de deputados eleitos em MT

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) irá protocolar no Ministério Público Eleitoral (MPE), nesta quinta-feira (27), pedidos para que sejam rejeitadas as contas de quatro candidatos eleitos em outubro passado. 

A entidade pede, também, que seja investigada a origem dos recursos usados em campanha.

Na petição, o MCCE pede a cassação dos deputados estaduais eleitos José Eduardo Botelho (PSB) e Oscar Bezerra (PSB) e do reeleito Mauro Savi (PR), além do deputado federal também reeleito Nilson Leitão (PSDB).

Segundo o MCCE, o requerimento contém documentos fiscais que não podem ser revelados para não prejudicar o procedimento.

Conforme o levantamento feito pelo MCCE, nas declarações feitas pelos candidatos à Justiça, uma pessoa jurídica foi criada em Mato Grosso para fazer doações a diversos candidatos, independente de partidos e opções políticas e ideológicas.

A pesquisa aponta que a pessoa jurídica foi uma grande doadora nessas eleições, sendo de propriedade de três empreiteiros que foram presos na Operação Lava Jato, da Justiça Federal do Paraná, que investiga fraudes na Petrobras.

Entre as infrações supostamente cometidas pelos candidatos estão a compra de votos, recebimento de recursos de fonte vedada, uso de caixa dois e a promíscua relação com a empresa arrolada nas fraudes na Petrobras.

De acordo com o coordenador do movimento, Antônio Cavalcante Filho, os pedidos de impugnação de candidaturas e de rejeição de contas seriam feitos diretamente à Justiça Eleitoral.

“Isso é o que permite o parágrafo terceiro do artigo 97 do Código Eleitoral. Mas o TRE [Tribunal Regional Eleitoral] entende que não temos legitimidade jurídica para isso. Assim levantamentos as evidências e estamos protocolando no Ministério Público Eleitoral”, disse.

Pelo que consta da representação do MCCE, houve “cooptação de lideranças para capilarizar [melhor distribuir] a compra de votos, também o uso de recursos públicos, doações de cooperativas e de empresas que recebem incentivos do governo, além da empresa envolvida no escândalo da Petrobras.

 

Da Redação

Comentários

Data: 28/11/2014

De: serra nova dourada-mt

Assunto: olho vivo

E FUTURO VEREADOR PROFESSOR MOURA, SEU DEPUTADO VAI PERDER O MANDATO,OLHA QUE VOCE AINDA CORRE RISCO DO PROFESSOR JUAREZ TE DA TAPA NA CARA, IGUAL FEZ COM SUA (;;;;;;) ACORDA CIDADÃO,,,,,,,,,,,

Novo comentário