28/12/2015 - Mãe e filhos são assassinados em MT a pauladas

28/12/2015 - Mãe e filhos são assassinados em MT a pauladas

Investigações da Polícia Civil de Juína apontam que os bandidos que sequestraram e mataram três pessoas da mesma família numa fazenda, quarta-feira (23/12), exigiam R$ 900 mil de resgate ou a escritura de uma propriedade das vítimas que foram sequestradas na terça-feira e mortas a pauladas. Um dos suspeitos do crime é José Carlos Luz Lopes, 39, conhecido da família, que está foragido. 

As vítimas foram identificadas como Luzinete Sacchi Barbosa, 50 anos, e os dois filhos Mateus Sacchi Barbosa, 14, e Glaucia Sacchi Barbosa, de 18 anos. O chefe da família, Elias Barbosa da Silva entrou em luta corporal com um dos bandidos e conseguiu sobreviver.

Segundo informações, os bandidos levaram as três pessoas da família para os fundos de uma fazenda vizinha para pressionar Elias a pagar o resgate. No entanto, o resgate não se concretizou e a quadrilha executou a família. A ideia era retornar a fazenda e também matar Elias. Contudo, ele conseguiu escapar, render um bandido e tomar sua arma.

Na sequência, ele acionou a Polícia Militar e Civil informando sobre o sequestro. Após colher informações sobre o ocorrido, os policiais foram em busca do restante da família. Até o momento, eles não sabiam na execução.

O bandido, identificado como Telmo, levou os policiais até os fundos da fazenda de José Carlos, onde foram encontrados os corpos dos três membros da família. Telmo foi detido e levado a delegacia para prestar esclarecimentos. Policiais estão a procura de José Carlos, que estaria em Cotriguaçu, e de um homem identificado como Jânio, que também teria participação no crime.

O crime chocou a população de Juína. Algumas pessoas foram a delegacia protestar contra a violência. Este é o segundo caso de repercussão na cidade em menos de um mês. Há duas semanas, dois amigos foram mortos por índios da etnia Enawenê Nawê, por supostamente furarem um pedágio. 

 

 

Folhamax

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário