29/03/2016 - Empresário é preso em flagrante depois de espancar esposa médica após festa de aniversário

29/03/2016 - Empresário é preso em flagrante depois de espancar esposa médica após festa de aniversário

O empresário Marcos César Martins Campos foi preso em flagrante depois de espancar a esposa, a médica Camila Campagnolli Tagliari Campos, durante a madrugada de domingo (27),  no bairro de classe alta do Duque de Caixas, em Cuiabá. A mulher recebeu socos, chutes e pontapés, além de ter o rosto ‘esfregado’ contra o piso.

Em decorrência das agressões,a mulher sofreu fratura no nariz e rompimento do tímpano. As cenas de agressões foram presenciadas pela filha de apenas onze anos da médica, enteada de Marcos.  
 
O episódio de violência foi registrado em um elegante condomínio instalado em área nobre da capital pouco depois de o casal deixar uma comemoração pelo aniversário de Marcos, conforme o Boletim de Ocorrências (2016.101552).
 
Durante a festa, na qual Marcos consumiu bebidas alcoólicas, a vítima teria sugerido ao agressor que ambos fossem embora do local, já que no dia seguinte teriam de comparecer a outro evento comemorativo, dessa vez com os pais de Marcos.
 
No entanto, quando o casal chegou à garagem do prédio onde reside, a mulher foi, de repente, puxada pelo cabelo. Na sequência, iniciou-se uma sessão de agressões físicas: com socos e tapas.
 
Sem conseguir reagir, Camila acabou no chão. O agressor, de acordo com a denúncia, ainda chegou a esfregar o rosto dela no piso, fazendo com que a mesma ficasse desacordada em razão do ato de violência.
 
Segundos depois, ao acordar, a mulher afirmou que a filha chamava por ajuda e que o agressor ameaçava bater na menina para que os gritos terminassem. Tonteando, a vítima teria pedido ajuda para o empresário, que a levantou com puxões pelos cabelos.
 
Camila, de acordo com o relato feito a Polícia, correu em direção à portaria do prédio e chegou a esconder-se no banheiro. Na sequência, uma equipe da PM foi acionada e realizou a detenção de Marcos por lesão corporal quando ele dormia no apartamento. Ele foi preso e encaminhado para a Central de Flagrantes de Cuiabá. 
 
Acompanhado do advogado e após ser indiciado por crime de lesão corporal (artigo 129 do Código Penal), Marcos foi encaminhado para audiência de custódia no domingo.
 
Sem histórico criminal, Marcos foi colocado em liberdade após a oitiva pelo juiz Marcos Faleiro, mas permanece sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. Atendendo a pedido do Ministério Público Estadual (MPE) - na pessoa do promotor José Norberto de Medeiros  -  o  magistrado determinou a proibição de qualquer tipo de contato com a ex-mulher ou com a criança.
 
Por ordem judicial, ele deverá ainda manter-se distante do local de trabalho da vítima e ainda manter distância, mínima de 500 metros da médica e da menina.

Procurado pelo Olhar Direto para comentar o caso, o empresário Marcos Cesar Martins Campos declarou que estava em reunião com advogado e que deverá se manifestar sobre o episódio. Mais de uma hora após a  primeira ligação, uma nova tentativa efetuada e a informação prestada a reportagem é a de que o empresário ainda permanecia em contato com sua defesa. Uma terceira tentativa foi registrada pela redação, mas o empresário não atendeu. 

Outro lado
 
O advogado Rodrigo Leite da Costa, que defende Marcos César Martins Campos, informou ao Olhar Direto que seu cliente lamenta profundamente o ocorrido. De acordo com ele, o incidente foi um episódio isolado e nunca houve qualquer situação semelhante ao longo dos seis anos de relacionamento do casal.
 
O advogado garante ainda que seu cliente está pronto para responder por seus atos se por ventura precisar responder perante à Justiça.

 

 

 

Da Redação - Patrícia Neves

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário