29/03/2016 - Cabo da PM vence obstáculos e se torna doutor em Mato Grosso

29/03/2016 - Cabo da PM vence obstáculos e se torna doutor em Mato Grosso

Uma história de superação e dedicação. Como meta, o sonho de ser doutor. Oriundo de uma família humilde e com mais quatro irmãos, onde o pai trabalhava como motorista e a mãe produzia salgados para colaborar com o orçamento familiar, o cuiabano Laudicério Aguiar Machado, 37 anos, venceu os obstáculos e se tornou o primeiro doutor dentre as praças da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso.

O cabo da PM concluiu em fevereiro, deste ano, o Curso de Doutorado em Administração da Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), em São Paulo.

Laudicério Machado ingressou na vida acadêmica em 2003, em Cuiabá, no curso de Graduação em Administração com Habilitação em Hospitalar. No mesmo ano, iniciou sua carreira na Polícia Militar. O policial-estudante tomou gosto pela busca do conhecimento e não parou, fez Mestrado em Administração pela Faculdade de Gestão e Negócios da Unimep na área de concentração em Gestão de Organizações e Negócios, de 2010 a 2011.

Durante o curso de mestrado, fez-se também em 2011, especialização em Docência do Ensino Superior. Já em 2012, iniciou-se também na Unimep o doutorado. Além disso, retorna no segundo semestre de 2016 o curso de bacharelado em Direito, que se encontrava suspenso no 7º período por razão dos demais cursos estudados.

SUPERAÇÃO

De acordo com Laudicério, durante o mestrado passou por diversas dificuldades, pois gastava 95% de seu salário para pagar as mensalidades. Morando em Cuiabá, ele precisava ir para São Paulo, uma vez por semana para cursar as disciplinas. O então mestrando precisava pegar carona em caminhões, ou nos ônibus das linhas interestaduais, por não haver condições de custear as passagens.

O policial afirma que sempre sonhou em ser doutor, mesmo sabendo de todas as dificuldades que encontraria. “Minha meta, independente de qual local eu estivesse trabalhando, é de que eu seria doutor um dia”, disse.

Com a Licença para qualificação profissional, concedida pelo Estado à época ao então soldado, sem prejuízo salarial para cursar o mestrado e doutorado, mais uma barreira foi lhe imposta, durante a academia ele usava as horas vagas em Cuiabá, para incrementar a renda, já que arcava sozinho com todos os custos. Trabalhou como garçom, e dava aula em uma universidade particular, aplicando seus conhecimentos adquiridos no mestrado e doutorado.

“Eu queria ser doutor, mas minhas ferramentas eram precárias, isso não me fez desistir. Hoje eu não tenho uma casa adequada, ainda, não tenho veículo, mas investi meus rendimentos em conhecimento”, contou.

TESE DE DOUTORADO

No doutoramento, o cabo buscou como objetivo da pesquisa analisar a governança pública no serviço de saúde ofertado aos agentes de Segurança Pública em Mato Grosso, visando compreender a efetividade do atendimento ofertado. Sendo estes agentes dos quatro órgãos desconcentrados da esfera estadual: Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Judiciária Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica.

Laudicério explica que a pesquisa realizada foi de análise documental, permitindo hoje a habilidade de dialogar sobre o tema dentro do cenário encontrado, principalmente no que se refere a governança pública voltada à Saúde.

“É uma ação reflexiva, levantar dados para os gestores tomarem decisões estratégicas, tendo em vista que o servidor da segurança pública precisa ter uma atenção diferenciada. O policial precisa ter seu inteiro rigor de saúde, tendo equilíbrio físico e psicológico, para exercer sua atividade com qualidade e eficiência”, disse.

ATUAÇÃO

De volta às atividades da PM, Laudicério é um policial comum, assumindo atividades de policiamento demandada pela organização, atuando de acordo com sua patente dentro da hierarquia militar. Além disso, hoje o cabo é gestor do Observatório da Polícia Militar, atribuição delegada por razão de sua formação acadêmica adquirida no doutoramento em administração.

O setor é uma das atividades desenvolvida no Centro de Desenvolvimento de Pesquisa (CDP), subordinado a Diretoria de Ensino da PM/DEIP, sendo dedicado à investigação e acompanhamento de tópicos relacionados à Polícia Militar e à segurança pública, com ênfase aos relatórios, projetos, ações e estratégias de enfrentamento dos problemas da segurança pública. Busca parcerias com instituições públicas e privadas, centros de estudos, universidades e grupos de pesquisa, com proposito de promover debates, sugestões e projetos.

O Centro de Desenvolvimento de Pesquisa funciona nas dependências físicas da Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso (Esfap), e tem seu corpo técnico formado por oficiais e praças da PM com mestrado e doutorado, ou cursando ambos.

ESTÍMULO

A dedicação aos estudos é vista como uma lição de vida, pelo esforço e busca pelo conhecimento. Sua história tem estimulado muitas pessoas, principalmente, dentro da corporação.

Laudicério é professor na Esfap, ele relata que seus alunos são estimulados pela sua história. “A mensagem que eu levo hoje aos meus acadêmicos é que eles nunca deixem de acreditar em seus sonhos, e que ao se formarem busquem constante qualificação”, disse, satisfeito.

Dentro da corporação da PM existem hoje alguns oficiais que são doutores, e em fase de doutoramento. Sendo então o cabo Laudicério, o primeiro com esse título dentre os soldados, cabos, sargentos e subtenentes.

Atualmente, o policial leciona para estudantes de graduação da área de sua formação. Ele também possui hoje habilidades para atuar em coordenação de curso de ensino superior, é editor de uma revista científica acadêmica, orienta projetos de pesquisas, pode atuar como membro de Conselho de Ética de uma instituição de ensino superior, e participar de gestões estratégicas.

Ele também ministra palestras de “como realizar sonhos utilizando as ferramentas que se tem”. A pesquisa a nível de mestrado do policial virou livro, “O papel do administrador hospitalar na segurança pública”, lançado em 2012.

O doutor buscará recursos para o lançamento do seu livro com base em pesquisas levantadas em seu doutoramento sobre a temática de Governança Pública no Serviço de Saúde.

 

 

WR PRESS ASSESSORIA & COMUNICAÇÃO

 

Comentários

Data: 12/04/2016

De: João Lucas

Assunto: Livro "Nunca Esmoreci"

é uma pena, mais pesquisei em vários site e não consigo encontrar o livro para comprar.
Parabéns Sr. Laudicério por sonhar o sonho de sua mãe, que certamente está orgulhosa de vc.

Novo comentário