29/04/2011 - 09h:48 Casal homossexual é acusado de matar empresário

O empresário Martin Dabul Pompeu de Barros, 48, dono da vídeolocadora Casablanca foi morto por um casal homossexual, preso em flagrante na madrugada desta sexta-feira (29), pelo delegado Silas Tadeu Caldeiras, da Roubos e Furtos de Veículos, responsável por coordenar a ação. A prisão dos suspeitos confirmou o crime de latrocínio.
Um dos envolvidos é travesti e faz programa na região do zero em Várzea Grande. Conhecido como Sandi, ele teria saído com o empresário e agiu em conjunto com o seu namorado, identificado apenas como Marcelo.
De acordo com informações da polícia, o casal estava interessado no veículo S-10 do empresário, que localizado abandonado ainda na quinta-feira (28), na região do CPA 3. O corpo do empresário foi localizado abandonado em barranco na madrugada de ontem.
O laudo do Instituto Médico Legal (IML) constatou que o empresário foi assassinado com uma pancada na cabeça efetuada com um objeto contundente.

 

Da Redação - Alline Marques

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário