29/07/2015 - Polícia Civil prende empresário envolvido em furto de mais de 470 pneus

Um empresário acusado de envolvimento no furto de uma carga de mais de 470 pneus de uma distribuidora de Várzea Grande, teve o mandado de prisão cumprido, nesta terça-feira (28.07). O suspeito, Delmiro Garcia Junior, conhecido como “Junior Durão”, dono da empresa “Mato Grosso Amortecedores” foi identificado nas investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva), após a localização de parte dos pneus.

 

Os pneus importados da china e revendidos em grandes redes foram localizados, no último dia 09 de julho, guardados em um quarto nos fundos de uma casa, no bairro Santa Amália, em Cuiabá. Na ocasião, os donos da casa, mãe e filho, foram conduzidos à Delegacia para esclarecimentos.

 

Mensagens trocadas via aplicativo confirmam que eles estavam apenas guardando os produtos a pedido dos assaltantes, um deles identificado por Alysson Raphael da Silva, e outro por “Junior Durão”. Outros oito pneus foram apreendidos em dois veículos, os quais os donos haviam comprados os produtos e ajudaram os policiais a descobrir quem estava negociando a venda.  .

 

A equipe de investigadores da Derrfva conseguiu imagens do dia do furto, que mostravam o veículo de Junior Durão escoltando o caminhão com pneus furtados da distribuidora.

 

O caminhão usado para carregar 471 pneus da empresa foi apreendido na cidade de Mirassol D' Oeste (300 km a Oeste), com três motocicletas roubadas dentro. Os veículos seriam levados para à Bolívia e, possivelmente, trocados por entorpecentes. A carga de pneus está avaliada em R$ 100 mil e o caminhão em R$ 150 mil.  

 

Durante monitoramento do suspeito, investigadores flagraram a namorada de Junior Durão, Kellen Lara Maringuela, chegando à empresa “Mato Grosso Amortecedores”  com um veículo com ocorrência de crime, que recebeu de seu cunhado, Marcio Brito Garcia, o “Branquinho”. A suspeita e o cunhado foram autuados pelo crime de receptação.

 

Com base nas investigações e a com confirmação da autoria do furto qualificado, o suspeito teve o pedido de mandado de prisão preventiva representado pela Derrfva e, expedido pela Quarta Vara Criminal de Várzea Grande.

 

Policiais da Derrfva montaram vigilância próximo a empresa do suspeito e após horas de monitoramento conseguiram dar cumprimento ao mandado de prisão. Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos, na empresa e na casa do suspeito, mas nenhum outro pneu foi encontrado.

 

Participaram das diligências, os investigadores, André, Vilaneide e Leonel, coordenados pelo delegado Marcelo Martins Torhacs e o chefe de operações Fabio Leite, com apoio do investigador Fernando Wolf.

 

 

 

Assessoria/PJC-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário