29/07/2016 - Paulo assumirá estrutura de articulação política e comunicação

A reforma administrativa prevista para ser anunciada na próxima semana, pelo governador Pedro Taques (PSDB), englobará ajustes em duas áreas essenciais da gestão: comunicação e articulação política.

 

O atual secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, assumirá uma estrutura que será formada a partir da união do atual Gabinete de Comunicação (GCom) e do Gabinete de Articulação Política, que será criado com a estratégia de fortalecer o relacionamento do Palácio Paiaguás com outros poderes, sobretudo a Assembleia Legislativa.

 

A Casa Civil passará a ser comandado pelo atual sub-secretário de Turismo, Luiz Carlos Nigro.

 

O jornalista Jean Campos, atual titular do GCom, continuará no primeiro-escalão do Governo. Ele poderá assumir tanto o Gabinete de Assuntos Estratégicos - que era ocupado por Gustavo Oliveira, hoje na Secretaria de Planejamento - como o Escritório de Representação do Governo em Brasília.


 

Jean Campos

Jean continuará envolvido com a comunicação e a imagem da gestão de Taques, sobretudo com a concepção do marketing, assim como com a articulação com a imprensa, inclusive em nível nacional.

 

"Adequações naturais"

 

Ele poderá assumir, também, missões relacionadas à articulação política de Mato Grosso, caso assuma o Escritório de Representação em Brasília.

 

A jornalista Ana Rosa Fagundes continuará como adjunta do Gabinete de Comunicação.

 

Segundo apurou a reportagem, as adequações são tidas como "naturais" no Palácio Paiaguás, já que foram costuradas pelos próprios secretários junto ao governador.

 

 

 

Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário