29/08/2013 - Fla vê pressão por mais jogos no Maracanã após 'show da torcida' na Copa BR 19

A vitória sobre o Cruzeiro por 1 a 0 na última quarta-feira mudou o cenário do Flamengo dentro e fora de campo. Nas quatro linhas, o resultado que garantiu a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil trouxe confiança e evitou um fim de ano sem motivações no Campeonato Brasileiro. Do lado de fora dos gramados, nos bastidores, a classificação deu alívio, mas trouxe uma pressão ainda maior para que o time atue com mais frequência no Maracanã.

 

Tudo por conta da boa presença da torcida na noite de quarta, quando os rubro-negros estabeleceram o maior público do novo Maracanã em jogos entre clube e empurraram o time na dramática vitória por 1 a 0 sobre os cruzeirenses.

 

"Foi um verdadeiro show da nossa torcida. Eles nos ajudaram muito. Sem eles, certamente nada seria possível. Isso mostra que o Rio de Janeiro é a nossa casa. Somos muito fortes aqui dentro, ao lado deles", disse o goleiro Felipe, mostrando bem o tom que dominava os bastidores do time após o resultado.

Enquanto jogadores e torcida comemoravam, comissão técnica e diretoria viviam um dilema. Enquanto a cúpula não esconde a insatisfação com o Consórcio que administra o estádio e planeja novos jogos cada vez mais longes do Rio de Janeiro, como os que já vinham ocorrendo em Brasília, o técnico Mano Menezes e os responsáveis pelo futebol entendem que o Flamengo não pode ficar longe do Maracanã.

 

E a ideia do departamento de futebol, compartilhada pela maioria da torcida, ganhou força na noite da última quarta-feira. Enquanto muitos comentavam o resultado, outros lembravam da discussão.

 

"Isso é bom para a diretoria entender. Temos que jogar aqui. Espero que a cúpula aceite isso. Sei que eles têm os motivos deles, que o Consórcio não está colaborando, mas é aqui no Maracanã que somos fortes. Em Brasília, ganhamos dinheiro. Aqui, ganhamos jogos", disse um membro do departamento de futebol.

 

A discussão, porém, não deverá ser resolvida tão cedo. No entanto, pelo menos na Copa do Brasil a vontade de alguns de atuar no Rio de Janeiro deverá ser atendida nos próximos confrontos. Com um duelo contra o Botafogo pela frente, nas quartas de final, dificilmente as duas partidas deixarão de ser realizadas no Maracanã.

 

Entretanto, nas próximas fases, em caso de classificação, e nas rodadas seguintes do Campeonato Brasileiro, a vontade da cúpula de tirar os jogos do Rio de Janeiro e desprestigiar o Consórcio poderá ser mantida. Resta ao torcedor carioca, que fez sua parte na quarta-feira, aguardar e torcer que o resultado do campo e, principalmente, das arquibancadas faça a diretoria mudar de ideia.

 

Pedro Ivo Almeida

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário