29/08/2014 - Pública, Arena Pantanal cobra aluguel de só R$ 40 mil em jogo milionário

Gerida pelo Governo de Mato Grosso, a Arena Pantanal tornou-se o estádio da Copa-2014 mais barato do Brasil ao cobrar apenas R$ 40 mil como aluguel para o jogo da Copa do Brasil entre Corinthians e Bragantino, nesta quarta-feira, 27. O time de Bragança Paulista venceu por 1 a 0. O valor do aluguel  representa uma pequena fração da renda de R$ 1,630 milhão que foi para os bolsos da 'Feito Eventos' e da federação estadual local.   Detalhe: o Estado investiu R$ 520 milhões na construção do estádio para o Mundial. Não teve nenhuma renda de bilheteria durante a competição. E, agora, no primeiro jogo de alto interesse, o lucro também irá todo para as mãos de particulares: o governo ficará com 2,5% da receita total da partida.   

 

A partida foi transferida para Cuiabá porque o empresário Fabiano Ribeiro Rodrigues, que já esteve envolvido em 'calote' em outro estádio, fez uma proposta de pagar uma cota fixa para o Bragantino, mandante da partida. Houve um acerto com a federação matogrossense para realizar o jogo em conjunto, com uma divisão de renda não divulgada pelas partes. Foram cobrados ingressos entre R$ 35,00 e R$ 100,00.  

 

“Estamos fazendo a estrutura do estádio ser utilizada para eventos. Não adianta ter um estádio e não utilizar'', contou o presidente da federação matogrossense Helmute Lawisch.   A Secopa (Secretaria de Copa de Mato Grosso) confirmou o aluguel de R$ 40 mil. “Mas vale ressaltar que a empresa é encarregada de todos os custos operacionais da partida'', afirmou a assessoria de comunicação do órgão, que desconhecia um processo por calote do empresário.   

 

Em comparação com outros estádios da Copa, é um pechincha. Excluídas as despesas da partida, o Mané Garrincha cobrou R$ 337 mil de aluguel pelo clássico Fluminense e Botafogo, cuja renda foi de R$ 2 milhões. No Rio, o Flamengo dá um percentual de sua renda ao Consórcio Maracanã, o que dá cerca de R$ 214 mil na partida com o Sport, também excluídas despesas.   

 

A Arena Amazônia cobrou 10% da renda ou R$ 197 mil no jogo entre Nacional e Corinthians, além dos custos operacionais. Para se ter uma ideia, o aluguel cobre apenas 0,007% do custo para construir a Arena Pantanal. Em resumo, o dinheiro do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Sócio Econômico) e do Estado foi usado para financiar o lucro de cartolas e empresários.

 

 

Rodrigo Mattos

Comentários

Data: 29/08/2014

De: JH

Assunto: GH

ESSE É O GOVERNO DO SINVAL QUE TA APOIANO O LUDIO.

INCOMPETENCIA E CORRUPÇÃO SAO AS PALAVRAS DA CAMPANHA PT-PMDB

Novo comentário