29/09/2014 - Lúdio promete fazer concurso para a saúde no primeiro semestre de 2015

O candidato a governador Lúdio Cabral (PT) pretende executar uma série de ações voltadas à saúde já nos primeiros seis meses de mandato, caso seja eleito. De imediato, o petista quer fazer intervenções a fim de ampliar o acesso da população a serviços básicos. A princípio, a ideia abandonar o modelo das Organizações Sociais de Saúde (OSS), adotado pela atual gestão, e aportar mais recursos para os municípios.

 

 Por meio desses recursos, Lúdio quer começar a revitalização de 55 hospitais municipais que representam 1.250 leitos em todo Mato Grosso. “A maior parte dos leitos está subutilizada por conta da dificuldade dos municípios em manter esses hospitais. O que quero é orientar o orçamento da saúde para apoiar a revitalização dessas unidades e colocar leitos em capacidade plena”, assegura.

 

Além disso, ainda na área da saúde, o candidato do PT quer equipar as unidades hospitalares e destinar profissionais das especialidades básicas para realizar procedimentos como internação e partos, já que grande parte das pessoas que vivem no interior procura, atualmente, atendimento em Cuiabá.

 

Lúdio também garante que irá realizar concurso público no primeiro semestre de sua administração e identificar nos hospitais as principais necessidades de estrutura para atendimentos. Cita como exemplo o Hospital de Rondonópolis, que precisa de UTI infantil. “Queremos providenciar a instalação desses leitos”, reforça.

 

Nas demais áreas, adianta que realizará conferências setores para debater com a população as diretrizes que orientam seu plano plurianual. Quer reduzir os custos das atividades-meio e, para isso, transformar a Auditoria Geral do Estado em Controladoria Geral do Estado. Convocará, logo no início da gestão, todos os aprovados no último concurso público voltado à segurança pública.

 

Na educação, Lúdio dará início ao processo de implantação da escola integral em cerca de 700 redes públicas e atrelar o ensino médio à educação profissionalizante, como é feito no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT).

 

 

Camila Cecílio

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário