29/09/2015 - Governo inaugura primeira Central de Intérpretes de Libras

Com o compromisso de não deixar nenhum mato-grossense para trás, o governador Pedro Taques participou nesta segunda-feira (28.09) da inauguração da primeira Central de Intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libra) de Mato Grosso "Everaldo Aparecido Oliveira". Integrante do Centro de Referência em Direitos Humanos (CRDH), a central dará suporte para o atendimento de pessoas com deficiência auditiva. 

A ação faz parte de trabalho conjunto entre as secretarias de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Educação (Seduc), Assistência Social (Setas) e da Superintendência de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência da Casa Civil. 


Para Taques esse é mais um passo que o governo dá no sentido de proporcionar mais acessibilidade. “Precisamos acabar com essas diferenças entre as regiões, entre municípios e entre as pessoas. Essa Central de Libras é uma ação pequena, mas que faz a diferença para quem precisa. Essas pessoas não se comunicam como nós conhecemos, mas aqui daremos atenção a todos”, disse. 


Segundo o governador a meta do Estado é diminuir a distância entre as pessoas. “A ideia é de que possamos trazê-los para perto, olhar de forma mais humana. Parabéns aos secretários envolvidos neste brilhante trabalho”, ressaltou.

 
O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Márcio Dorilêo, destacou que a importância do Centro de Referência para atendimento da minoria. "Aqui nós temos a possibilidade de irradiar ações em defesa dos direitos humanos do público vulnerável, mulheres vítimas de violência, pessoas com deficiência, moradores de rua, pessoas que se encontram de alguma forma a necessitar do acolhimento do Estado”, ressaltou. 

Dorilêo afirma que o centro tem a capacidade de fazer os atendimentos de 10 a 20 pessoas por dia. Destaca ainda que o Estado quer ampliar isso em breve, assim como, também interiorizar essas ações para que todo estado de Mato Grosso possa experimentar a sensação da inclusão. 


Para o secretário de Educação, Permínio Pinto, o governo do Estado entrega para a população um espaço de inclusão, por meio da política de Libras e Sinais. “Essa é mais uma ação conjunta entre as secretarias, seguindo uma determinação do governador Pedro Taques para um trabalho em parceria entre as diferentes secretarias”, destacou. 

O superintendente de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, Marcione Mendes de Brito, ressaltou que a inauguração do centro mostra o avanço do governo no sentido de dar acessibilidade às pessoas com deficiência. “Essa é uma missão desafiadora e exige de nós constante empenho”, afirmou. 


O Centro de Referência em Direitos Humanos (CRDH) iniciou os trabalhos em 2014, mas tinha como foco o público LGBT, e neste ano, o centro ganhou reforço para atuar em trabalhos em prol das minorias, como as pessoas com deficiência e mulheres que passam por problemas de violência doméstica. 

 

 

 

Thiago Andrade
Redação/Gcom-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário