29/09/2015 - Fávaro se filia ao PSD e leva partido para base de Taques

O vice-governador Carlos Fávaro assinou, nesta segunda-feira (28), sua ficha de filiação ao PSD, três dias após deixar o PP.

 

O ingresso dele foi avalizado pelo presidente nacional da sigla, o ministro Gilberto Kassab (Cidades), e pelo presidente interino em Mato Grosso, o prefeito Neurilan Fraga.

 

Segundo Fávaro, a escolha pela nova sigla se deu após análise  do quadro político atual. Ele disse ter tomado a decisão pensando em atender o grupo que participou da campanha do governador Pedro Taques (PSDB), em 2014.

Para tanto, segundo ele, já trabalha para a adesão do PSD a base do governador. Até então, o partido, criado em Mato Grosso pelo ex-deputado José Riva, era a principal oposição ao Governo.

 

"Vamos buscar construir um novo grupo político. Não vamos ficar preso ao passado. Com isso vamos ampliar, por exemplo, a base de sustentação do governador  Pedro Taques na Assembleia Legislativa", disse.

 

De acordo com ele, a nova composição da executiva será dividida, igualmente, entre os antigos e os novos membros.

 

"Meu movimento não é diferente do governador Pedro Taques. Vou lutar por um Mato Grosso mais forte e mais robusto na Federação. Isso não se faz sem fortalecer os municípios. Para isso é preciso dar estrutura e suporte partidário para prefeitos e seus vereadores e deputados estaduais e federais", afirmou.

 

Até o momento, o vice-governador já levou para o PSD um grupo de 30 lideranças partidárias. Ele espera filiar, ao menos, 15 prefeitos nos próximos dias.

 

Saída de Janaina

 

Antes de se filiar ao PSD, o vice-governador colocou como condicionante a saída dos deputados Gilmar Fabris, Janaina Riva e do ex-deputado José Riva.

 

Na última semana, Fávaro e Janaina chegaram a se reunir para discutir o assunto.

 

Segundo informações de bastidores, ele afirmou que irá esperar a deputada encontrar a melhor forma de deixar a sigla, sem correr o risco de perder o mandato, diante da Lei de Fidelidade Partidária.

 

Ao MIdiaNews, Janaina afirmou que pretende entrar com uma ação junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Ela usará a filiação de Fávaro para justificar sua saída.

 

 

 

Douglas Trielli 

Da Redação

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário