29/10/2012 - Prefeito eleito, Mendes comemora vitória e promete priorizar a Saúde

 

Já declarado novo prefeito de Cuiabá, o empresário Mauro Mendes (PSB) chegou ao Centro de Eventos do Pantanal para comemorar com a militância sua condução à gestão da capital por quatro anos. Na primeira fala como novo gestor, o socialista declarou que manterá o setor da saúde como foco "para dar paz aos cuiabanos". 

"Estou muito feliz para trabalhar por Cuiabá e a cidade tem muitos setores que precisam de atenção, mas a saúde será prioridade", ressaltou.

Mauro, que vence após duas tentativas frustradas – uma para a Prefeitura e outra para o Governo do Estado –, se declarou feliz com a vitória e afirma que, apesar deste momento de vitória ser muito importante, os próximos quatro anos em que irá trabalhar pela cidade serão ainda mais felizes. Na sequência, seguiu para terminar a oficialiação da apuração de votos.

Sua esposa, que está com saúde debilitada, compareceu ao local da comemoração da vitória e o peessebista aproveitou para cutucar alguns setores da imprensa que, segundo ele, chegaram a questionar se o problema de saúde da economista era verdadeiro. Ele argumentou que a imprensa precisa ser imparcial e livre em suas argumentações. 

Junto a Mendes chegaram o deputado estadual Emanuel Pinheiro (PR), o senador Pedro Taques (PDT), Terezinha Maggi, deputado Percival Muniz (PPS) e a esposa Virgínia Mendes. A militância do empresário acompanhou a todo o momento a apuração oficial e exaltava a vitória da "verdade sobre a mentira". 

A militância acompanhou a todo momento a apuração no espaço reservado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), sempre com seus gritos de guerra. Um dos cabos eleitorais chegou a mencionar que a vitória de Mendes representa a vitória da mulher cuiabana que trata a política com seriedade, em alusão ao episódio do "beijo da discórdia". 

A última semana antecedente à votação deste 28 de outubro foi recheada de polêmicas com os até então dois candidatos Mauro Mendes e Lúdio Cabral (PT). Os entreveros começaram no debate da TV Record, quando houve um desentendimento após o empresário ter ironizado o adversário – de acordo com a assessoria do agora prefeito eleito, ele teria dito algo como "beijar para ficar calmo", ao que a mulher de Lúdio teria respondido que ele estava com inveja e Mendes teria retrucado "nunca, minha mulher é mais bonita" – por causa de um beijo de sua esposa. 

Isso ocorreu nos bastidores do debate, mas o candidato do PT, Lúdio Cabral, referiu-se ao episódio no ar, quando disse que Mauro Mendes havia desrespeitado a esposa dele ao dizer que Virgínia era mais bonita. Levado para as redes sociais e os programas eleitorais, o episódio tomou proporção muitomaior e deu início a um intenso conflito de acusações sobre machismo, desrespeito e até discriminação às tais mulheres feias..

Em seguida o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva compareceu à capital par pedir votos ao colega de patido. Na sequência, Virgínia Mendes apareceu chorando na propaganda eleitoral reclamando dos ataques que o marido sofreu ao longo da campanha, em especial após ter ironizado a demonstração pública de afeto entre Lúdio e Ana Regina, mulher do petista. 

Os últimos dias, no entanto, envolveram polícias Militar e Federal, que  chegou a apreender um malote de dinheiro com R$ 8 milhões, que até agora não teve confirmação da autoria, para possível compra de votos. Fora estes, as tradicionais picuinhas deram o tom tradicional dos últimos momentos prévios ao dia da eleição.

 

Da Redação - Priscilla Vilela