29/10/2014 - Homem que matou duas esposas é morto a pauladas dentro de presídio em MT

Preso há quatro dias, o assassino Elias Cruz, de 40 anos, foi morto com pauladas na cabeça, dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE), nesta segunda-feira (27). O corpo dele foi encontrado por agentes penitenciários, por volta das 17h, no refeitório.


O detento foi preso acusado de ter matado a tiros duas esposas ainda este ano. Uma em Rondônia e outra em maio, na capital, no bairro periférico Novo Terceiro


Segundo informações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o preso pode ter sido morto pelas ‘regras de convivência’ do presídio, que não aceitam o tipo de crime, que Elias foi preso. No entanto, ainda não foi identificado o autor do assassinato.

No último dia 23, Elias foi preso por policiais civis da DHPP, em uma quitinete no bairro Jardim Vitória, em Cuiabá. Familiares de Cláudia Deodete Assunção, de 45 anos, que teria sido assassinada pelo suspeito, o flagram no residencial e com isso, foram até a delegacia para denunciar seu ‘paradeiro’.


Rapidamente, os policiais foram até o local apontado e abordaram Elias. O suspeito ainda tentou enganar a equipe, se apresentando com o nome do irmão. Porém, o disfarce foi descoberto.

Na DHPP, os policiais ainda descobriram que Elias tem um mandado de prisão em aberto, por matar também a ex-mulher em uma cidade de Rondônia. Com o assassinato, o suspeito teria fugido para Cuiabá.



MORTE DE CLÁUDIA


No dia 13 de maio deste ano, Elias iniciou uma discussão com a esposa Cláudia, na casa deles, localizada no bairro Novo Terceiro, na capital. Durante o bate boca, Elias sacou uma arma e deu um tiro no rosto da mulher. Em seguida ele fugiu.

 

 

Repórter MT