29/10/2015 - ALMT recebe visita de 26 novos juízes que conhecem ações do parlamento

Os deputados estaduais receberam nesta quarta-feira (28), a visita do presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), desembargador Paulo da Cunha, juntamente com 26 juízes substitutos, empossados em julho e que em dezembro, assumem nas respectivas comarcas.

Os juízes visitaram as dependências do Poder Legislativo e receberam explicações sobre as atribuições e atuação da Casa de Leis, além da história do parlamento mato-grossense, já que muitos são oriundos de outros Estados.

“Temos pautado nossas ações pela harmonia entre os poderes. Desde que assumimos a gestão da Assembleia Legislativa, buscamos a integração e a discussão dos processos legislativos e orçamentários de forma integrada. Sabemos que o momento é de escassez de recursos e mesmo assim, o Poder Judiciário avança com a posse de 26 juízes”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf.

 

Maluf lembrou que os deputados estaduais vivenciam diariamente as dificuldades dos municípios do interior, e por isso o contato com esses novos juízes é importante.

O desembargador Paulo da Cunha lembrou que a Assembleia Legislativa tem sido grande parceria nos avanços do Poder Judiciário. “Mato Grosso depende muito de pontes, se quiser isolar uma região, basta tirar uma ponte. Mas, me refiro a ponte que são os deputados, que tem feito, com muita eficiência, a ponte com a nossa sociedade lá na ponta e os poderes constituídos, os deputados são o para-raio da população”, afirmou.  

Paulo da Cunha também pediu para que os juízes recebam nas respectivas comarcas, os deputados da região. “Porque eles vão levar os problemas da sociedade. Essa ponte que os deputados fazem com a sociedade sã para facilitar a vida da nossa população”, disse.

Dos 1.900 candidatos inicialmente inscritos no concurso, apenas 49 foram classificados. Destes, 26 foram empossados de imediato.

Segundo o presidente do TJMT, a chegada dos novos juízes vai auxiliar no cumprimento da principal meta do Judiciário local, que é dar mais celeridade ao julgamento dos processos, diminuindo assim os estoques pendentes.

“Nossa busca em melhorar o atendimento à população é constante e incansável. Estamos empossando esses novos juízes e também abrindo concurso para servidores em todas as comarcas do Estado justamente com esta finalidade, de levar justiça aos cidadãos”, garantiu.

 

Kleverson Souza

 

Assessoria da Presidência

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário