29/12/2011 - Google+ ultrapassa 62 milhões de usuários, diz analista

 

A rede social do Google, o Google+, passou de 62 milhões de usuários na última  terça-feira, com a possibilidade de atingir 100 milhões de adeptos em fevereiro, segundo Paul Allen, especialista em análise de estatísticas e fundador da Ancestry.com. O Google não emitiu nenhum comunicado oficial sobre o assunto.
 
De acordo com as estimativas de Allen, caso o serviço continue neste ritmo – de 625.000 novas adesões diárias –, alcançará 200 milhões de cadastrados em agosto e, em dezembro de 2012, pode chegar à cifra de 300 milhões de usuários. O dado ainda é relativamente pequeno perto dos 800 milhões do Facebook, mas sugere que há espaço para outro serviço na internet. 
 
Apesar do resultado não ser apresentado como oficial, Allen antecipou em duas oportunidades os resultados divulgados pelo Google, e nas duas ocasiões, os valores eram próximos. O último registro foi em outubro, quando Allen revelou que o Google+ amealhou 38 milhões de usuários. No dia 13 do mesmo mês, Larry Page, fundador e CEO da empresa, anunciou que o serviço tinha superado a marca dos 40 milhões.
 
Segundo o analista, uma combinação de fatores contribuiu para a popularização da rede. “Os feriados de final de ano, os comerciais na TV, além de apelos de marcas e celebridades ajudaram o Google+ a chegar a esse resultado”, afirma.
 
Criado em junho, o Google+ não é tratado pelo gigante de buscas como uma rede social. Segundo a empresa, o serviço propõe uma nova maneira de compartilhamento de conteúdo a partir de ferramentas (algumas delas já existentes) do Google. Entre os destaques do novo projeto, está o recurso HangOut, que permite a criação de videoconferências entre diversos usuários – desde que todos tenham webcam e microfone ativos. Seu lançamento, contudo, não exclui o Orkut, rede social que no Brasil rivaliza com o Facebook.
 
 
Veja Online

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário