29/12/2015 - Médicos realizam paralisação de 24 horas

29/12/2015 - Médicos realizam paralisação de 24 horas

Os médicos que atuam na rede pública de saúde de Cuiabá irão paralisar as atividades nesta terça-feira (29). A categoria fará um protesto em frente à Câmara de Vereadores de Cuiabá para reivindicar o pagamento das horas extras.

 

A presidente do Sindicato dos Médicos (Sindimed), Eliana Siqueira, explicou que a gestão não está cumprindo com o acordo firmado por meio de um projeto de lei que aumenta a carga horária dos médicos de 20 para 24 horas semanais.

 

"Lutamos para que os médicos recebam o que é devido, visto que muitos profissionais cumprem mais que a carga horária, chegando a contabilizar 16 horas extras por mês para garantir o atendimento nas unidades de saúde".

 

O Sindmed informou que a Prefeitura deve a apresentação de um calendário para o pagamento das horas para os profissionais. 

 

Além do protesto na Câmara, as policlínicas, Unidade de Pronto Atendimento e Pronto-Socorro de Cuiabáatenderão somente os casos de urgência e emergência por 24 horas. As atividades serão normalizadas na próxima quarta-feira (30).

 

Indicativo de greve

Em assembleia geral realizada no último dia 21 de dezembro a categoria aprovou um indicativo de greve, mas decidiram que não iriam parar neste final de ano de atender população que já sofre com as péssimas condições da saúde pública.

 

Outro lado

O GD entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mas até a publicação desta matéria não houve retorno das ligações.

 

 

 

Jéssica Moreira, repórter do GD

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário