30/03/2015 - Produtos à base de avermectinas são liberados para controle de ectoparasitas em bovinos

A Justiça Federal, no Distrito Federal, suspendeu a Instrução Normativa nº 13 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que proibia o uso de produtos à base de avermectinas para o controle de endo e ectoparasitas em bovinos. A sentença foi proferida pelo o juiz federal substituto do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, na seção judiciária do Distrito Federal, Victor Cretella Passos Silva.

A ação solicitando a suspensão da Instrução Normativa foi proposta pelo Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), que argumentou não haver fundamento para a suspensão do produto, visto não existir qualquer tipo de perigo à saúde ou à segurança diante o uso da substância.

O autor da ação argumentou ainda que a suspensão baseou-se em um suposto 'perigo' de fechamento do mercado internacional, sem ao menos o fato ter sido demonstrado ou provada tal possibilidade.

De acordo com o médico veterinário e diretor da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Francisco Manzi, mesmo que em forma de liminar, a liberação dos produtos à base de avermectina de longa duração vem a mostrar a presença de uma conscientização da real importância do medicamento.

Para a Acrimat a suspensão deverá ser em breve definitiva e não apenas uma liminar. "Há mais de uma década o produto, que passou por rigorosos testes de biossegurança feitos tanto em laboratório quando em campo, tinha sito aprovado pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Assim poderemos novamente contar com esses produtos que auxiliam no manejo, no desempenho e na lucratividade da atividade", frisa o veterinário e diretor da Acrimat, Francisco Manzi.

 

 

Olhar Direto
Viviane Petro

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário