30/04/2015 - Mais uma vez, Aeroporto Marechal Rondon é eleito o pior do país

O Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, foi apontado mais uma vez como o pior do país, conforme relatório divulgado nesta quinta-feira (29) pela Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República. 

De acordo com a pesquisa, o Aeroporto Marechal Rondon obteve média de 3,44 pontos, em um índice que vai de 1 a 5. 

O Aeroporto de Viracopos, em Campinas, foi  avaliado como o melhor do Brasil, recebendo nota 4,38. 

Conforme a pesquisa, passam pelo Aeroporto Marechal Rondon até 5 milhões de passageiros por ano - a maioria tendo o Estado como destino de lazer ou negócios. 

Os usuários ouvidos pela pesquisa nesse primeiro trimestre apontaram como os principais problemas do terminal a qualidade da internet e do sinal do wi-fi, o valor dos produtos de lanchonetes e restaurantes, a qualidade e a quantidade dos estabelecimentos comerciais - bem como o valor dos produtos comerciais - e o custo do estacionamento.

Também foram mal avaliados o custo do estacionamento e os serviços de conforto acústico e sala de embarque do aeroporto. 

Histórico ruim

Está é a quinta vez que o levantamento é feito e, em todas as pesquisas, o Aeroporto Marechal Rondon recebeu média abaixo dos demais aeroportos. 

No 1º trimestre de 2014, o terminal recebeu média de 3,26. No 2º trimestre de 2014, a média foi de 3,28.

Já no 3º trimestre de 2014, a nota atribuída foi de 3,64. No 4° trimestre de 2014, a média voltou a cair, sendo de 3,48. 

Pesquisa

A consulta, segundo relatório, foi iniciada com base na necessidade de se obter indicadores aeroportuários que refletissem a opinião dos passageiros sobre a prestação de serviços nos terminais, para que ações de gestão sejam tomadas em prol da melhoria dos serviços ofertados.

A coleta de dados foi iniciada no ano de 2013, tendo seus resultados apresentados trimestralmente.

No primeiro trimestre de 2015, a coleta de dados foi distribuída ao longo dos meses de janeiro, fevereiro e março, totalizando 13.384 entrevistas.

Desse total, foram realizadas 8.690 entrevistas com passageiros de voos domésticos e 4.694 entrevistas com passageiros de voos internacionais dos aeroportos envolvidos na pesquisa, obtendo-se a representatividade da população prevista estatisticamente. 

 

 

Thaiza Assunção 
Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário