30/05/2012 - Jovens desclassificados do vestibular da Unemat vão à Polícia

 

Os estudantes Michelly Santos Corrêa, 21, e Mateus Jonas Mülher, 18, que foram eliminados do vestibular da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) no  domingo, 27, foram ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) de Rondonópolis para registrar um Boletim de Ocorrências (BO) contra os responsáveis pela organização do certame. 

Segundo Michelly, eles foram desclassificados por causa do despreparo de alguns fiscais que trabalhavam na Escola Major Otávio Pitaluga (EEMOP), local da realização da prova dos dois candidatos. “Perguntei para o fiscal da minha sala se tinha algum problema entrar com o relógio no pulso, por ser analógico o fiscal respondeu que não, então entrei para fazer a prova”, afirma Michelly.

Depois de aproximadamente uma hora do início da prova Mateus, que também estava com relógio no pulso, foi ao banheiro. O fiscal de corredor parou o jovem e disse que ele seria eliminado do vestibular. Os dois estudantes foram retirados da sala e impedidos de terminarem a prova.

Michelly e Mateus vieram de Campo Grande, em uma excursão com mais 103 colegas que também prestaram a prova, para concorrer a uma das 30 vagas para o curso de Medicina do Campus de Cáceres.

Mais de 16 mil inscritos concorrem a uma das 2.680 vagas disponíveis para um dos campi da Unemat. Um levantamento da instituição apontou que 38 candidatos foram expulsos neste domingo por ingressar em sala portando celular ou relógios que emitem sinais.

 

Escrito por Jovens desclassificados do vestibular da Unemat

Comentários

Data: 01/06/2012

De: professora

Assunto: eliminados

Toda vez que se vai fazer um concurso, seja para emprego ou ingresso em uma universidade a primeira regra é : ler e conhecer a exigencia do Edital. Neste caso voces só vao ter ganho de causa se esta regra não etiver prevista, ou não for clara.

Data: 31/05/2012

De: eu sei disso

Assunto: bem feito

Vocês deveria mesmo ser eliminado do vestibular pois assim ficam mais atentos as normas de vestibulares.

Novo comentário