30/06/2016 - Polícia Civil prende advogado acusado de estuprar a filha

30/06/2016 - Polícia Civil prende advogado acusado de estuprar a filha

Um advogado acusado de estupro de vulnerável contra a própria filha teve o mandado de prisão temporária cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta quarta-feira (29.06), na capital. O acusado, U. R. C., 46, passou a ser investigado, após a mãe da vítima procurar a Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) para denunciar os abusos contra a filha.

Segundo as investigações, o pai praticava os abusos contra a adolescente de 14 anos, desde que ela tinha 9 anos de idade. Os pais da menor são separados há mais de 10 anos e os abusos aconteciam quando a menina ia para a casa do pai, nos finais de semana.

A mãe da adolescente procurou a Deddica na última sexta-feira (24), depois encontrar relatos da filha numa agenda, em que ela descrevia os abusos praticados pelo pai. A mãe começou a achar que algo estava errado, no início de junho. Durante uma conversa com a filha, a menina demonstrou o medo de se relacionar com homens.

Em atendimento psicossocial na Delegacia, a menor contou que o pai a assediava desde os 9 anos e costumava acariciar as suas partes íntimas. Em muitos casos, os abusos aconteciam quando ela estava dormindo.

O delegado Eduardo Augusto de Paula Botelho disse que o suspeito não chegou a consumar a conjunção carnal com a filha, mas que os abusos eram constantes. “Em uma das vezes a menor ficou constrangida, quando sentada no colo do pai, percebeu que ele estava excitado com a situação”, disse.

Diante dos indícios, o delegado representou pela prisão temporária do suspeito, de 30 dias, que foi cumprida, na manhã desta quarta-feira (29), no escritório do advogado, em um edifício comercial, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça. 

 

 

 

Assessoria Policia Civil

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário