30/08/2012 - MT tem menor número de inscritos para atuar como voluntários na Copa

Mato Grosso está em último lugar entre os estados do país no número de inscritos no programa ‘Voluntário da Copa’ para trabalhar voluntariamente na Copa das Confederações de 2013 e Copa do Mundo de 2014.

O alerta foi feito na manhã desta quarta-feira (29) pelo ex-jogador Ronaldo Nazário em Cuiabá, durante visita à obras da Arena Pantanal. O ‘Fenômeno’ participou na semana passada junto do Comitê Organizador Local da Fifa, do lançamento da campanha para angariar voluntários.

“Queria aproveitar minha presença aqui e dizer que entre os estados Mato Grosso está em último lugar no numero de inscritos. Gente, vamos divulgar isso e participar, é uma oportunidade única de interação. Se inscrevam”, conclamou.

A expectativa é que, ao todo, cerca de 100 mil voluntários participem da execução de trabalhos dos mais diversos durante os dois eventos. Por outro lado, os voluntários ligados ao COL/Fifa serão apenas 7 mil. O restante será, posteriormente, recrutado pelas cidades-sede e pelo Governo Federal, estabelecendo o número final de trabalhadores. Para se cadastrar no processo, o interessado deverá se inscrever no site oficial da Fifa:
https://ems.fifa.com/Volunteer/Brazil/Login/

Há previsão de que dentro de alguns dias o COL avalie o sistema de inscrição e, caso haja muitos inscritos, o processo pode ser encerrado imediatamente. As seleções internas ocorrerão e quem for aprovado deverá passar pelos primeiros treinamentos via online já em dezembro deste ano. Posteriormente, entre janeiro e maio, haverá as primeiras dinâmicas de grupo, treinamentos específicos e o momento do encontro com as praças esportivas, um mês antes de cada evento. 

Para participar é preciso ter, no mínimo, 18 anos completados antes do começo dos eventos. As áreas de atuação são várias; entre elas, transporte, segurança, atendimento a turistas, serviço de idiomas, imprensa e departamento médico.

O turno diário de trabalho será de até dez horas, sem qualquer remuneração. Os voluntários recebem somente alimentação enquanto estiverem trabalhando; auxílio-transporte pra se deslocar dentro da sede e uniforme.

 

Da Redação - Laura Petraglia

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário