30/10/2014 - Taques diz que mostrará realidade sobre dívidas de Mato Grosso

O governador eleito Pedro Taques (PDT) afirmou, nesta terça-feira (28), que, até o início de dezembro, convocará audiência pública para que a população de Mato Grosso tenha conhecimento do montante das dívidas, e de dinheiro em caixa, que será deixado pelo governador Silval Barbosa (PMDB).

Em entrevista à Mega FM, Taques foi questionado se os valores que a atual gestão promete deixar já foram confirmados pela equipe de transição.

Silval anunciou, no início deste mês, que deixará R$ 600 milhões para Taques e que a dívida estadual será de R$ 800 milhões ao mês.

Ainda segundo a administração, o novo gestor encontrará um Estado mais “enxuto” do que o deixado por Blairo Maggi (PR) para o próprio Silval, em 2010.

“Penso que o governador não tenha recebido o Estado, porque estava lá, foi vice, e não há o que receber o que já era seu. Quem é pai de Mateus que embale Mateus. Agora, nós estamos fazendo levantamentos desses valores, para que eu possa, no final de novembro ou início de dezembro, convocar uma audiência pública e mostrar como se encontra o Estado”, disse o governador eleito.

Segundo Taques, a proposta nada mais é do que o cumprimento da lei.

“Isso é transparência, para que eu possa saber o que tem, quais os gastos, eu vou fazer isso. Esses números ainda não estão consolidados. A questão não é apenas a quantidade da dívida, mas o perfil desta dívida”, disse.

“Nós temos que saber se esses valores são orçamentários ou financeiros, temos que falar sobre os restos a pagar, quanto ficará. E eu mostrarei isso ao cidadão. A Lei de Responsabilidade Fiscal diz que quem sai tem que mostrar essas contas e, objetivamente, esses números ainda estão sendo consolidados”, completou Taques.

 

 

Mídia News
Isa Souza

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário