30/10/2014 - Trânsito é liberado em rodovia de MT após acidente que matou motorista

A empresa Rota do Oeste, concessionária da gestão da rodovia BR-364 / BR-163, informou que o trânsito na estrada foi totalmente liberado às 19h35 desta quarta-feira (29) após mais de oito horas de interdição devido a um acidente que matou um motorista pela manhã.

Durante a tarde, o bloqueio na altura do Km 386 chegou a gerar uma fila de 50 km de veículos de cada lado.

Apesar da liberação do tráfego, a Rota do Oeste emitiu alerta aos usuários da rodovia, pedindo que redobrem a atenção no trecho onde ocorreu o acidente devido à intensidade do fluxo.

A empresa enviou dois guinchos para retirar os veículos acidentados da estrada, um caminhão-prancha que levava placas de colatina desde o estado do Espírito Santo e um caminhão de transporte de combustível, que estava carregado de óleo diesel.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista da carreta carregada de combustível tentou evitar a colisão com o carro que estava à sua frente e acabou desviando para a esquerda, em direção à pista de sentido contrário, mas acabou batendo de frente com a outra carreta.

Devido à carga de combustível, houve explosão na sequência e o motorista do caminhão-caçamba morreu carbonizado. O outro condutor sofreu queimaduras e foi encaminhado para tratamento no Pronto Socorro de Cuiabá a bordo de um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

De acordo com a Rota do Oeste, foram encaminhados ao local do acidente uma ambulância, uma UTI móvel, um caminhão-pipa e veículos para inspecionar a fila de carros.

Devido à carga de óleo diesel, foi necessário resfriar os destroços do caminhão que a transportava. Mesmo com o trabalho de contenção por parte da Defesa Civil e da PRF, parte do óleo que caiu na pista acabou chegando às águas de um córrego nas proximidades.

Segundo a Rota do Oeste, a situação do óleo no córrego foi reportada à Secretaria de estado de Meio Ambiente (Sema) às 12h40. Às 13h50 já havia sido enviada ao local a equipe de emergência química designada pela transportadora da carga de diesel.

 

Do G1 MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário