31/01/2012 - Incêndio em loja demora três horas para ser controlado e "consome" água de 15 carros-pipa

Quase três horas de intenso trabalho e cerca de 15 carros-pipas foram necessários para controlar as chamas que consumiram o prédio da loja Pernambucanas, localizado na Avenida Couto Magalhães, em Várzea Grande. A operação ainda contou com uma ação integrada entre Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Guarda Municipal.

A perda de mercadoria da loja foi total. O gerente não informou se havia seguro e uma das paredes do prédio está comprometida. Durante o combate ao fogo, os bombeiros primeiro evitaram que o incêndio se espalhasse para prédios vizinhos e depois atuaram para apagá-lo. Um restaurante instalado muito próximo ao local teve os produtos inflamáveis, como o estoque de gás, retirados. 

O prefeito do município, Tião da Zaeli (PSD), foi até o local para acompanhar a ação dos Bombeiros. O incêndio também chamou a atenção de curiosos que transitavam pela região, o que acabou dando um pouco de trabalho para a PM, que fazia o isolamento na área. “Nunca tem um negócio desses por aqui, e quando tem não deixam a gente ver”, reclamou uma mulher ao ser barrada por um policial.

Toda a região também ficou sem luz por conta do incêndio. As chamas, de acordo com a Guarda Municipal, começaram por volta de 7h. Às 8h, a fumaça negra que saia da loja já podia ser vista de Cuiabá, por quem transitava na Avenida Miguel Sutil. Não havia gente dentro da loja no momento em que o fogo começou e ainda não se fala em causas suspeitas.

 

Da Redação - Lucas Bólico/  Foto: Lucas Bólico - OD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário