31/01/2014 - Superintende do Goiabeiras diz que shopping está de portas abertas para rolezinho, mas reforça segurança

O superintendente do Goiabeiras Shopping, Arnaldo Santos Filho, afirma que o estabelecimento estará de portas abertas para o "rolêzin no tchópe", manifestação com data marcada para esta sexta-feira (31), organizada através das redes sociais em solidariedade aos rolezinhos de São Paulo, eventos em que jovens da periferia marcam de se encontrar, em massa, em um shopping center, que foram proibidos pela Justiça Paulista.

"Estamos de portas abertas para eles. Estamos preparados para recebê-los. Não vamos entrar na Justiça para tentar impedir ou fazer qualquer outro tipo de ação", garantiu o representante do estabelecimento. "Acreditamos que tudo ocorrerá de maneira pacífica e enquanto for assim, são todos bem vindos. E certamente essa garotada também é cliente", completou.

No entanto, Arnaldo também confirmou que a segurança particular do estabelecimento deverá ser reforçada no dia da manifestação. O acréscimo de pessoal deverá ser o mesmo usado em datas comemorativas, quando ocorre um aumento no fluxo de pessoas dentro do shopping. "Todos receberão a mesma instrução de sempre, que é a de não intervenção física", comentou Arnaldo.

De acordo com ele, o aumento na segurança é uma forma preventiva de garantir a segurança dos clientes do estabelecimento. Se a manifestação pacífica é bem vinda, Arnaldo também deixou claro que qualquer desvio dessa linha pode bastar para acionarem a Polícia Militar. "Não vamos permitir bagunça, tumulto ou coisa parecida", pontuou.


O Goiabeiras Shopping se tornou o alvo dos manifestantes por ter sido palco de um caso que chocou a sociedade em 2009 e pode ser atribuído a segregação social: a morte do vendedor ambulante Reginaldo Queiroz. Seguranças privados do estabelecimento o espancaram até a morte.

 

Da Redação - Jardel P. Arruda

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário